Share

Abrindo espaço para os atletas em Santa Maria

Brasileirinho é campeão da Segunda Divisão do Novo Gama
Brasileirinho é campeão da Segunda Divisão do Novo Gama

Observar os passos dos mais novos nem sempre é possível, afinal, a vida corrida, muitas vezes, não nos permite isso. Além da falta de tempo, falta vontade a boa parte da sociedade. Mas ainda bem que há pessoas que nasceram com um diferencial e não medem esforços para ajudar a realizar os sonhos de jovens promessas.

Assim como José Joaquim Macedo dos Santos, que ao perceber que muitos garotos do Entorno Sul caminhavam um bom pedaço de chão para praticar futebol em escolinhas do Gama e de Santa Maria, criou a Associação Esportiva Lunabel/Lago Azul, em 12 de outubro de 2007, para amenizar o sofrimento dos atletas da região do Entorno.

“Diante da dificuldade observada, decidi criar a escolinha, que passou a funcionar na cidade de Lunabel-GO (Entorno). Iniciamos os trabalhos no Dia das Crianças (12 de outubro), no campo cedido por Mário Paiva, proprietário da Fazenda Paiva. Nesse mesmo dia, conheci o Zé do Rádio, que se tornou meu braço direito no projeto”, conta Joaquim.

Desde o início, todos os envolvidos no projeto trabalham voluntariamente, como Verônica Reis, Zé do Rádio, Gilvan Rodrigues, Cosme dos Santos e outros.

Porém, uma escolinha de futebol não seria suficiente e, em 1º de maio de 2012, o trabalho se estendeu ao campo sintético de Lago Azul-GO, outra cidade também do Entorno do DF. A partir daí, o projeto passou a ser formado por dois núcleos (Lago Azul e Lunabel).

“Como fruto deste trabalho, temos a satisfação de contar com alguns atletas que disputam o campeonato das categorias de base organizados pela Federação Brasiliense de Futebol, atuando pela equipe do Santa Maria Esporte Clube”, conta Joaquim.

Núcleos atendem aproximadamente 150 crianças

A escolinha que funciona em Lunabel-GO atende aproximadamente 70 crianças e adolescentes, de sete a 17 anos. Para amenizar as dificuldades, contam com parceiros como o Mercado Bezerra, Mercado Real, Panificadora Elizangela, Wilson Farma, Ligeirinho Gás, Ivan Gás, Fazenda Paiva e Bar da Juarita.

Já a do Lago Azul tem aproximadamente 80 crianças e adolescentes na mesma faixa etária e também recebe ajuda de alguns empresários, como o Hipermercado Akalanto, Panificadora Pão Nosso e Prefeitura Municipal do Novo Gama.

Embora contem com a parceria desses comerciantes, faltam apoio e patrocínio fixos, que venham dar melhores condições estruturais aos atletas e coordenadores. “Para conseguirmos sustentar as escolinhas, é importante mantermos nossos parceiros e buscarmos novos. As demandas são muitas, como material esportivo, pagamento de arbitragem, uniformes, chuteiras, lanches para a criançada e outras necessidades”, relata o idealizador.

Mesmo com as dificuldades, a agenda para 2014 está cheia. Entre as principais competições estão a Copa Brasília de Futebol de Base, no Gama; Torneio Cidade de Paracatu-MG; 1º Copa Giraffas, em Santa Maria; Torneio de Vazante-MG; campeonatos do Gama, Santa Maria e Federação Brasiliense de Futebol.

COMO AJUDAR

O projeto social Lunabel/Lago Azul funciona no Entorno Sul do DF. Os dois núcleos atendem, juntos, aproximadamente 150 crianças e adolescentes, por meio do futebol. Quem quiser ajudar, entre em contato com José Joaquim (9221-7108 e Zé do Rádio 8156-3268). A escolinha necessita de materiais esportivos, lanches, água mineral, uniforme, chuteiras e outros benefícios.

Deixe um comentário