Bola cheia

ALESSANDRO HENRIQUE MACIEL

Alessandro Henrique Maciel, 33 anos, é uma daquelas figuras que deveriam ser replicadas infinitamente, pois o mundo precisa de pessoas assim. Apaixonado por futebol, ele é um dos idealizadores do Ajax Cruzeiro, projeto que nasceu há quase 15 anos e que tem formado atletas e cidadãos em várias regiões do Distrito Federal e Entorno.

Seco, como é conhecido, tem o futebol como uma poderosa ferramenta. Segundo ele, a modalidade tem suas funções básicas que ajudam e muito na formação do atleta, assim como na formação do cidadão.

O treinador não sabe ao certo quantos atletas já passaram por seus ensinamentos, mas garante que são mais de mil. “O projeto atende jovens entre quatro e 17 anos. Mas o grande orgulho é que muitos, após completar 18 anos, continuam conosco, como tutores”, conta Seco.

Para o treinador, essa formação de lideranças que ocorre no Ajax é muito importante, pois o trabalho segue adiante para outras gerações. “Muitos que treinaram comigo, hoje, são treinadores do Ajax. A metodologia do Ajax entra na vida deles e fica fácil para que possam passar aos próximos o que aprenderam”.

Alessandro se orgulha também de levar a filosofia e o trabalho para outras comunidades. Atualmente, o Ajax Cruzeiro está inserido na vida de pessoas do Cruzeiro, Estrutural, Planaltina-GO, Octogonal 2 e Sudoeste. Dois desses lugares são de crianças carentes. Por isso, a união com o Udev Ajax (Planaltina-GO) e Associação Viver (Estrutural). Na última, outras atividades são desenvolvidas. “Na Estrutural, entramos com o futebol para atender cerca de 400 crianças, nos turnos matutino e vespertino”, diz.

O trabalho não é fácil, mas mesmo nas dificuldades, Seco sabe que faz a diferença na vida de muitos jovens. “O Ajax é minha família, minhas realizações. Vivo do futebol e sou muito feliz por isso”, revela.

Quase 15 anos utilizando o futebol como ferramenta social não tira desse guerreiro o desejo de continuar promovendo mudanças. O trabalho com os jovens continua embalando seus sonhos e um deles é bem audacioso. “Meu grande desejo é ter um Centro de Treinamento, diferenciado, que possamos ter preocupação com a melhoria de vida das pessoas. Sei que não é fácil, mas vou batalhar para realizar”, revela.

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Close
Close