2014Editorial

Um presente para elevar a autoestima do brasiliense

Kátia Sleide Editora-chefe
Kátia Sleide
Editora-chefe

Brasília completou 54 anos, dia 21 de abril. Apaixonada que sou por futebol, sempre comentei que sentia falta de uma competição que pudesse ter o confronto final nesta data. Imaginava o estádio lotado e as pessoas torcendo por alguma equipe da capital federal.

Depois de anos de sonho, segunda-feira (21), fui ao Estádio Regional de Brasília Mané Garrincha para assistir à final da 1ª Copa Verde de Futebol, entre Paysandu (Pará) e Brasília. Esta é a primeira edição da competição, organizada pela Confederação Brasilieira de Futebol (CBF), que reúne equipes das regiões Norte e Centro-Oeste (exceto Goiás) e uma do Espírito Santo. O vencedor tem uma vaga na Copa Sul-Americana de 2015.

O duelo foi disputado em dois jogos (ida e volta). Em Belém, o Paysandu venceu por 2 x 1. Aqui, o Brasília deu o troco e na mesma moeda. Pela igualdade do placar, a decisão foi para as penalidades, com vitória para os donos da casa por 7 x 6. Além de muita emoção em campo, o que ficou foi uma sensação de que somos capazes, que temos muitas promessas no futebol e que se houvesse mais seriedade e comprometimento, teríamos tantos motivos para nos orgulhar do futebol da nossa cidade.

Ainda não chegamos a este patamar, mas quero registrar que foi muito emocionante ver o estádio com tamanho público – não havia 45 mil pessoas lá, como afirmam os organizadores. A capacidade do estádio é para pouco mais de 73 mil e quem esteve lá, percebeu claramente que não teve a metade ocupada. Mas havia um excelente público, o que fez com que a festa estivesse muito bonita.

O Brasília fez sua parte, venceu a partida e ergueu a taça. A conquista valeu como um presente, que ficará na memória dos torcedores que aproveitaram o feriado e o valor popular dos ingressos para conhecer o estádio e também prestigiar um time da casa.

É mais um indício de que o público quer ir aos estádios, o que precisamos é ter preços mais em conta e situações mais confortáveis para os torcedores (segurança, transporte, acessibilidade). No dia anterior, o duelo entre Flamengo x Goiás, pela primeira roada do Brasileirão, não conseguiu o público que esteve na final da Copa Verde, competição até então desconhecida.

Contudo, essas observações de público, preços e outros detalhes deverão ser deixadas para outra oportunidade, pois o que vale ressaltar agora é a bela festa realizada no Estádio Mané Garrincha, com uma conquista inédita para o futebol brasiliense e que dará uma oportunidade mais que especial à uma equipe da cidade de particpar de uma competição internacional. Parabéns aos atletas e comissão técnica do Brasília, que nos encheram de orgulho e elevaram nossa autoestima no futebol!

“O futebol da capital ainda engatinha, mas esperamos que a vitória do Brasília sobre o Paysandu dê motivação e moral para
novas ações”

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close