EsportesFutebolPrincipais

Avaliação do Ituano (SP) na Cidade Estrutural

Parceria do time paulista ocorreu com o Ajax, que tem uma unidade na região e atende crianças e jovens sem custo

Kátia Sleide

O mês de julho vai ficar marcado para um grupo de atletas do Distrito Federal que vislumbra um lugar ao sol no cenário profissional do futebol. Segunda (10) e terça-feira (11), uma equipe de avaliadores do Ituano (SP), em parceria com o professor Alessandro Maciel, o Seco, do Ajax, estiveram na Estrutural para selecionar jogadores para testes no time paulista.

A avaliação é fruto de uma parceria entre o Ajax, escola de futebol do Cruzeiro, Octogonal, Sudoeste, Jardim Botânico e Jardins Mangueiral, e que também tem uma unidade que atende atletas a partir dos 7 anos, gratuitamente, na Cidade Estrutural.

O responsável pela escola, o professor Alessandro Maciel, o Seco, é um dos idealizadores da parceria com o time paulista. Ele esteve em Itu (SP), há poucos meses, para conhecer a estrutura do clube e ficou deslumbrado com o trabalho realizado. “Achei muito interessante a conduta dos profissionais do clube com as categorias de base. O respeito e o carinho que eles têm com os jovens me despertaram para uma parceria e foi ao encontro do que eles já planejavam. Essa é a primeira vez que o Ituano faz avaliação em Brasília”, comenta o professor.

Davi Simões Vieira, um dos avaliadores do Ituano, conta que desde o ano passado havia a intenção de vir a Brasília, mas não para fazer avaliações às cegas. “Queríamos vir para assistir primeiro o desempenho dos meninos e levá-los já pré-selecionado. Brasília é um local que a gente sabe que tem grandes jogadores. Lá mesmo no Ituano, temos atletas de Brasília”.

A equipe veio com a intenção de levar entre 12 e 14 atletas para uma avaliação de uma semana no clube. “Passando nessa avaliação, eles ficarão alojados por uma semana. Lá, vão treinar junto aos outros jogadores e vamos avaliar, na prática, se conseguem desenvolver no nível dos jogadores de lá o que eles estão desenvolvendo aqui. Ao final desta semana de avaliação, daremos um parecer de quem assinará contrato, quem será dispensado e os que permanecerão em avaliação por mais um tempo”, conta Davi.

Dez atletas foram selecionados pela equipe do Ituano, dois da unidade do Ajax que funciona na Estrutural: Deivid dos Santos Ribeiro (Sub-15) e Henrique Pereira da Rosa (Sub-20). Outros cinco atletas do Ajax também passaram, assim como um do Raça, um do Cesea e um do Shalke 12 também foram bem avaliados.

Artur Farias Cerqueira de Melo, meia-atacante do Ajax, 18 anos, participou da seleção e passou nesta primeira fase. O atleta, que já atuou no Clube da Saúde e no Real Brasília, já participou de outras avaliações no DF. “Jogo desde os dez anos e já fiz três avaliações e testes em outros times e já fiz testes em outros times fora daqui. Agora, é lutar por uma vaga no time e só crescer a partir daí”, comenta o atleta que aproveita para mandar o recado aos que estão na luta por uma oportunidade: “Futebol é persistência. Tem de estar sempre treinando e lutando que um dia vai dar certo”.

Um gol de placa para a Cidade Estrutural

Para o administrador da Cidade Estrutural, Evanildo Macedo, esta é uma excelente oportunidade de levar pessoas de fora para conhecer a região a partir do esporte e não apenas a cidade do lixão, da violência. “Poder receber pessoas de fora e conhecer essa outra realidade é muito bacana. Temos um campo sintético, uma cidade acolhedora”, diz Macedo.

O administrador agradece aos envolvidos na parceria. “Quero agradecer ao Juninho Paulista, gestor do Ituano, por conseguir mandar essa equipe técnica para essa avaliação em Brasília. E agradeço muito ao professor Alessandro Seco, por escolher dentro de Brasília a Cidade Estrutural para fazer essa avaliação”.

Macedo conta que apresentou aos avaliadores do Ituano a cidade como um todo e que eles ficaram abismados com o histórico da cidade e felizes por conhecerem essas situações positivas. “Estamos em uma cidade que tem um índice de vulnerabilidade muito alto, mas tem uma população aguerrida. Para nós, que moramos na cidade e que estamos administrando há dois anos e meio, ver essa avaliação, é muito gratificante”.

Davi Simões considerou a Cidade Estrutural uma região desenvolvida para o futebol, embora reconheça que a região é bem humilde. “É uma cidade evoluída. No interior de São Paulo não temos uma estrutura como essa em lugar como esse. A gente percebe que é um lugar mais humilde, mas tem uma estrutura legal, um campo bom para os meninos jogarem. E em muitos lugares a gente não acha isso”, avalia Davi.

Para o administrador Evanildo Macedo, a avaliação de Davi sobre a cidade é motivo de orgulho e incentivo. “A gente recebe isso como mais uma ferramenta de fortalecimento da cultura da nossa cidade. Temos feito um trabalho aqui de implantar uma nova cultura de uma população que não é apenas de uma população carente. Que a gente não precisa só ganhar, que temos muito a oferecer. Quando a gente tem essa oportunidade de mostrar o esporte para fora de Brasília é muito bacana”. E completa: “Essa avaliação técnica só veio para contribuir com o fortalecimento da Cidade Estrutural”.

Atletas aprovados

Duda Andrade Fedulo – Ajax (Sub-15)
Henrique Pereira da Rosa – Ajax (Sub-20)
Arthur Farias Cerqueira de Melo – Ajax (Sub-20)
Luander Paz Rodrigues – Ajax (Sub-17)
Iago Luan Lima Paz – AJAX (Sub-15)
Deivid dos Santos Ribeiro – AJAX (Sub-15)
Pedro A. A. Rodrigues Castanheira Borges – Ajax (Sub-15)
Romário Gabriel Viegas – Cesea (Sub-15)
Leonardo Mateus P. Calero Guida – Raça – Sub-17
Vinycius da Silva Cardoso – Shalke XII (Sub-15)

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Close