Share

Braçadas potentes contra o tabagismo

Aos 60 anos, Danilo Dantas, um dos representantes da natação brasiliense,  acumula títulos e medalhas

Em busca de qualidade de vida, o militar reformado Danilo Dantas de Lima escolheu, há 25 anos, a natação. Hoje, aos 60, acumula mais de mil medalhas e está entre os melhores nadadores do Brasil na categoria Master.

Tudo começou quando Danilo passou a sofrer de ansiedade causada pela decisão de parar de fumar, hábito que o fazia sentir muito cansaço e dores de cabeça. Para tentar amenizar os sintomas e acabar com o sedentarismo resolveu praticar a natação, mas o atleta se apaixonou pela prática e não parou mais.

Incentivado pelos amigos Alfredo Guerra, Roberto Pequeno e Wilson Brasil, começou a disputar e participar das competições. “Quando comecei a nadar, queria cuidar da saúde, mas vi que praticar esporte ia muito além, melhorei minha qualidade de vida ganhei muitos amigos, hoje tenho certeza que a decisão de mudar os hábitos fez a diferença em minha vida”, declara o nadador.
Atualmente, Danilo faz parte da Seleção Master Brasiliense de Natação, representa a Academia D’stak e participa de provas em várias cidades brasileiras e em países do exterior como Venezuela e Chile.

O nadador que acumula medalhas de ouro, prata e bronze em campeonatos Sul-americanos, conta que sua família agradece sua inserção no esporte. “Minha família sabe que fiz a melhor escolha, principalmente para minha saúde, estão sempre ao meu lado, incentivando e torcendo”.

Para manter a forma e aguentar o ritmo das competições, o atleta segue uma rígida maratona de treinos, nada três mil metros de segunda a sexta-feira nas piscinas da Academia D’stak e nas piscinas de águas naturais do Parque Nacional de Brasília, a Água Mineral.

Para as pessoas que não encontraram ainda motivação para a prática de esporte, Danilo deixa uma mensagem: “Pratique qualquer esporte, escolha um que te faça feliz e ganhe saúde e uma vida melhor”.