Esportes

Brasília abre as portas para exposição olímpica

Organizada pelo COB, "Jogos Olímpicos: Esporte, Cultura e Arte" reúne cerca de 300 peças históricas do maior evento esportivo do mundo
Organizada pelo COB, “Jogos Olímpicos: Esporte, Cultura e Arte” reúne cerca de 300 peças históricas do maior evento esportivo do mundo

A cidade abriu as portas para a exposição “Jogos Olímpicos: Esporte, Cultura e Arte”, que foi inaugurada na terça-feira, dia (01) no Museu Nacional do Conjunto Cultural da República. A mostra, organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), e que já passou por São Paulo e Rio de Janeiro, reúne 300 artigos que contam a história dos Jogos da Era Moderna. E no dia de seu lançamento na Capital Federal as obras históricas tiveram a companhia de outros ícones olímpicos, os atletas. A mestre de cerimônias da festa foi a medalhista olímpica de vôlei de praia Adriana Behar, que recebeu outros grandes nomes do esporte como a atleta Maurren Maggi, a judoca Sarah Menezes, além das ex-jogadoras Hortência e Janeth (basquete) e Leila (vôlei) e a Seleção Brasileira feminina de rúgbi.

Presente à cerimônia de abertura do evento, o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e do Comitê Organizador dos Jogos Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, destacou a importância da mostra. “Estamos muito felizes de trazer essa exposição para Brasília. Esperamos que ela seja uma oportunidade de entrada de jovens, de estudantes para o movimento olímpico”, afirmou.

O Ministro do esporte, Aldo Rebelo, também marcou presença no evento e exaltou a exposição. “Essa iniciativa do COB é realmente maravilhosa. Todas as cidades do Brasil deveriam ser brindadas com essa mostra”, avaliou.

A Exposição

Ao acervo do Museu Olímpico de Lausanne, na Suíça, foram acrescentadas peças do COB e de atletas brasileiros, como o colete do iatista Torben Grael, usado nos Jogos de Sidney 2000, na conquista do bronze, o quimono da judoca Sarah Menezes no ouro em Londres 2012, além da camisa do levantador Maurício, na primeira medalha de ouro do vôlei brasileiro nos Jogos Olímpicos de Barcelona-92.

Para aproximar o público do espírito olímpico, a exposição é dividida em nove módulos: Jogos da Antiguidade, O Sonho de Coubertin, Acendendo a Tocha, Cerimônias, Esportes e Medalhas, Mascotes, Rio 2016, Memorabília e Time Brasil, que conectam história, emoção, conhecimento, educação e cultura.

Durante a visita, o público terá a experiência de empunhar a tocha dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012 – com a Tower Bridge ao fundo – e tirar fotos ao lado da famosa mascote Mischa (de Moscou, em 1980). Interações educativas estarão disponíveis em uma sala de cinema, onde também serão exibidos vídeos do acervo do COI.

A exposição está em cartaz no Museu Nacional do Conjunto Cultural da República até o dia 11 de maio.

Serviço

Exposição Jogos Olímpicos: Esporte, Cultura e Arte

Cerca de 300 peças que marcaram a trajetória dos Jogos Olímpicos da Era Moderna. Parte do material exposto pertence ao Museu Olímpico de Lausanne, outra ao COB, Confederações Brasileiras Olímpicas e atletas.

Apresentação: Ministério da Cultura, Coca-Cola e Bradesco Seguros.

Realização e Organização: Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

Local: Museu Nacional do Conjunto Cultural da República.

Endereço: Setor Cultural Sul, lote 2, Esplanada dos Ministérios próximo a Rodoviária do Plano Piloto – Zona 0.

Data: Entre 2 de abril e 11 de maio.

Horário de visitação: De terça-feira a domingo – das 9h às 18:30h .

Ingressos: Gratuito. Fonte: timebrasil.cob.org.br

 

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close