Futebol

Brasília continua revelando talentos

Craques posam com os técnicos Edilson (1º em pé) e Écio (penúltimo, em pé), e Bil (em pé, à direita), diretor de Esporte da Caeso
Oito atletas estão confirmados em clubes como o São Paulo , Flamengo, Fluminense e outros
Kátia Sleide

Ninguém tem mais dúvida de que Brasília é um verdadeiro celeiro de atletas. Foi-se o tempo em que a maioria dos jogadores da cidade passava despercebida. Agora, são muitas as histórias de sucesso e que ainda vão proporcionar muito orgulho aos brasilienses.

Neste início de ano, oito atletas estão se firmando em times espalhados pelo Brasil. As idades variam entre 13 e 17 anos e eles têm muito ainda para mostrar. Eles saíram da Escolinha Brasília Futebol Academia, que funciona no clube da Caeso, no Setor de Indústrias e Abastecimento (SIA).

Para os professores responsáveis pela escolinha, esse é melhor reconhecimento do trabalho deles. “Tem vários casos de suscesso, mas alguns pais acabam se precipitando, assinam contratos sem falar conosco, e a gente acaba perdendo o contato”, conta Écio Antunes, um dos sócios.

A escolinha atende atualmente cerca de 180 atletas e, segundo Edilson Aleixo, qualquer um que consiga alcançar o sucesso, já vale a pena. “Se de 180 alunos, a gente tivesse um que conseguisse realizar o sonho, já estaríamos satisfeitos”, diz.

A dupla chama a atenção para situações em que os atletas podem ficar presos em contratos indevidos. “O que a gente quer não é porcentagem em cima da negociação, mas poder acompanhar de perto as negociações, ler os contratos atentamente, de modo que nossos meninos não sejam prejudicados por pessoas de má índole”, frisa Écio.

Leiva e Tupã já prepararam a lista com os nomes dos aprovados

Oportunidade de sucesso se estende a atletas do DF e Entorno

A Escolinha Brasília Futebol Academia tem parceria com o São Paulo Futebol Clube. Duas vezes por ano, os professores trazem ao Distrito Federal dois observadores técnicos para avaliar os atletas da cidade. “Não ficamos apenas nos clubes e voltados para nossos atletas. Sabemos que há muitos excelentes jogadores pelo DF e Entorno e fazemos questão de levá-los aonde temos conhecimento de novos talentos”, afirma Edilson.

Eles explicam que a prioridade é mandar os atletas para o São Paulo, mas sabem que não é possível que o clube fique com todos. Por isso, eles buscam outros centros de treinamentos para mandar os meninos, desde que tenha condições adequadas para abrigá-los.

Observadores

Em dezembro do ano passado, estiveram no DF Leiva Duarte e Cícero Gomes (Tupã), observadores técnicos do São Paulo Futebol Clube, por meio da parceria que a Escolinha Brasília Futebol Academia tem com o clube. A dupla acompanhou inúmeros campeonatos da cidade e avaliaram jogadores, com idades entre 10 e 14 anos.

O relatório já está pronto e a lista com os nomes dos aprovados será conhecida em breve. Muitos atletas chamaram a atenção dos “olheiros”, por isso a ansiedade para saber quem são os felizardos é grande.

Clique na imagem para melhor visualização

 

[nggallery id=34]
Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

3 Comentários

  1. Meu nome é Eduardo, tenho 10 anos e desde 3 anos tenho o sonho de ser jogador de futebol, todos os dias rezo para ser um jogador, gostaria de apenas uma oportunidade de demostrar minhas habilidades.

  2. oi
    Meu nome é Eduardo, tenho 10 anos e desde 3 anos tenho o sonho de ser jogador de futebol, todos os dias rezo para ser um jogador, gostaria de apenas uma oportunidade de demostrar minhas habilidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close