Share

Centro-Oeste Brasileiro de Jiu-Jitsu aquece o esporte no DF

Fonte: Secretaria de Esporte e Lazer do DF

Aconteceu neste domingo (16), no Ginásio Regional de Ceilândia, na Guariroba, o Campeonato Centro-Oeste Brasileiro de Jiu-Jitsu PRO 1, com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL). Cerca de 600 esportistas, incluindo esportistas com deficiência, divididos em categorias e faixas, se enfrentaram durante todo o dia, seguindo todos os protocolos de segurança contra a proliferação da Covid-19.

Por meio de termo de fomento, assinado com a Federação Brasileira de Jiu-Jitsu (FBJJ), ao valor de R$ 140.467,33, foi possível adquirir premiações, tais como troféus e medalhas, uniformes e quimonos, material gráfico, estrutura e comunicação, contratação de arbitragem, segurança, equipe de montagem, limpeza, entre outros. No sábado (15) foi realizada no mesmo local a pesagem dos participantes.

A secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira, acredita que a realização de eventos como esses, dentro de todos os protocolos estabelecidos pelo Governo do Distrito Federal (GDF) são essenciais para retomada gradual das atividades esportivas na capital do país. “Sabemos que o cotidiano do atleta foi bastante alterado devido à pandemia. Neste momento, consideramos que essas atividades possam ser realizadas com todos os cuidados necessários”.

Entre as medidas implantadas, o evento não contou com a presença de público nas arquibancadas. Cada competidor – que foi dividido entre juvenil, junior, adulto, máster kids, absoluto – teve direito a levar um acompanhante. Dos 600 esportistas, 20 apresentavam deficiência, tais como amputados, cadeirantes e deficiência visual. Foram fornecidos quimonos gratuitamente para competidores inscritos em projetos sociais. Finalizada as lutas, eles puderam levar a vestimenta para utilizarem em treinamentos e competições posteriores.