Mais EsportesPrincipais

Ciclista brasiliense se prepara para a L’Étape, em Campos de Jordão

Quarto colocado na prova do ano passado, João Vitor Fernandes de Oliveira espera obter um resultado ainda melhor este ano, depois da sequência de treinos e corridas na Europa

Depois de ter sido o único brasileiro a participar, no início deste mês, da quinta edição do UCI Granfondo World Championships 2018, uma das maiores competições da categoria no mundo, em Varese, na Itália, o ciclista brasiliense João Vitor Fernandes de Oliveira, de 26 anos, está de volta, se preparando para a sua próxima prova: a quarta edição da L’Étape Brasil, que acontece de 28 a 30 de setembro, em Campos de Jordão (SP).

Embora sua performance não tenha sido tão satisfatória no UCI Granfondo World Championships 2018 (ficou entre os 150 melhores colocados, num total de 2.313 atletas de 59 nacionalidades), o ciclista brasiliense classificou-se duas vezes: no México, onde foi campeão em julho de 2018; e em Dubai, onde conquistou a segunda posição, em dezembro de 2017.

Na L’Étape Brasil, o percurso será inédito, já que as edições anteriores ocorreram em Cunha (SP). Ao todo são esperados três mil atletas para a competição, que é uma parceria com a ASO, que organiza o Tour de France, mais famosa prova de ciclismo do mundo. Segundo João Vitor, ela acontece em doze países ao redor do mundo e tem o objetivo de oferecer o gosto de pedalar como se estivesse em uma etapa do Tour de France.

No total, será um percurso de 117 km, de muitas montanhas, o que exige muito dos atletas. “Subidas longas tornam o percurso bastante duro; e descidas técnicas exigem boa pilotagem dos atletas”, explica o ciclista.

Além disso, a Serra Velha de Campos do Jordão será palco da disputa do “Desafio do Rei da Montanha”. O atleta que subir a os 12km de subida recebe o título.

Em outras palavras, é a maior prova amadora da América Latina, com a presença de vários atletas profissionais, nacionais e internacionais. O intuito é trazer o gosto para os participantes de como funciona uma competição de alto nível, como é o caso do Tour de France. A premiação será uma bicicleta avaliada em R$ 12 mil, além de equipamento e a chance de correr o L’Étape em outro país.

No ano passado, João Vitor Fernandes de Oliveira terminou a prova em quarto lugar. “A expectativa é de sempre melhorar. Venho de uma sequência boa de treinos e corridas na Europa, que acredito que vão ajudar muito no percurso técnico e montanhoso de Campos do Jordão”, avalia o atleta.

Entre os patrocinadores de João Vitor, estão: Clínica Lovit; Resenha Bar; Evolua Multisports; e Dona Lenha Pizzaria.

O início de tudo

Caçula de uma família de três filhos, João Vitor diz ter sido influenciado pelo irmão Luis Felipe, de 30 anos, que é administrador e há muitos anos pedala nos finais de semana, fazendo trilhas e longos pedais pela região circunvizinha a Brasília. “Comecei a pedalar em 2006 e, dois anos depois, já estava competindo em provas locais. Nesta época, entrei para a equipe de base da Caloi, no interior de SP, e comecei a competir no Brasil inteiro”, conta o atleta, lembrando que, no início, a prática se dava pelo simples prazer e pela sensação de liberdade trazida pela bike.

Entre os principais títulos de João Vitor, destacam-se: o Prêmio Brasília, de melhor atleta da categoria por dois anos seguidos (2016 e 2017); atual campeão mundial de Contra Relógio  UCI Granfondo World Series (México, 2018); vice-campeão UCI Granfondo World Series (Dubai 2018); campeão mundial UCI Granfondo World Series em 2017 (México); e melhor atleta latino americano na Final do Mundial de Granfondo UCI (UCI Granfondo World Championships) na França, no ano passado.

 

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Close