EsportesFutebolFutsalPrincipais

Clínica de futsal no Minas

Professores se unem em prol de uma metodologia única para a fomentação do futsal no DF

Kátia Sleide

Professores renomados que trabalham com o futsal uniram-se para promover a 1ª clínica de futsal, no Minas Brasília Tênis Clubes. Uma nova experiência em que atletas das categorias Sub-7, Sub-9 e Sub-11 ficaram concentrados, de sexta-feira a domingo (28 a 30/7), respirando a modalidade.

O objetivo dos professores Fred Cardim, Alessandro Seco, Mistura, Ana Paula Malmonge, Cleomar Carvalho e William Cleber é mostrar união e uma forma contextualizada de fomentar o futsal em Brasília.

“Vejo uma preocupação muito grande em equipes querer apenas ganhar, e de qualquer forma, e se afastando involuntariamente da modalidade. Temos de reunir o que há de melhor em conhecimento e pensarmos em prol do futsal”, pontua um dos professores organizadores da clínica e coordenador da Cardim Sports (escola de futsal), Fred Cardim.

O professor conta que desde que foi trabalhar no Minas, viu o potencial da estrutura que o clube. “O clube tem uma infra-estrutura fantástica e unimos forças para fazer uma imersão do futsal contextualizando o desenvolvimento da criança”, acrescenta Fred Cardim.

Inicialmente, a intenção foi trabalhar com as categorias menores (Sub-7, Sub-9 e Sub-11) para mais adiante fazer o mesmo com categorias maiores, como as Sub-13, Sub-15 e Sub-17.

A clínica, segundo Cardim, não veio apenas de professor para aluno, mas também com o objetivo de padronizar o trabalho. A exemplo, ele cita os professores Cleomar Carvalho e Alessandro Seco, que hoje representam como head coach, a cooperação Brasil / Alemanha( GIZ) uma metodologia de trabalho em prol do desenvolvimento humano.

“Na última formação nossa na Associação Brasileira de Treinadores de Futebol (ABTF), procurei fazer com que a gente tivesse uma oportunidade de trocar nossas experiências o mais rápido possível. É um aprendizado contínuo para nós vivenciar a aula de outro professor e poder unificar esse trabalho junto às categorias de base de Brasília”, comenta Fred.

O professor acrescenta ainda que esse tipo de clínica é muito comum em outras modalidades de alto rendimento e o futsal precisa entrar nesse sistema.

Essa é a primeira clínica de futsal. A partir desta experiência, o grupo criará documento, uma espécie de protocolo para, em outra oportunidade, poder convidar outros técnicos a participarem do projeto.

Uma das questões principais observadas pelos professores é que há uma diferença enorme da participação de equipes do DF em competições nacionais. Segundo Fred, “Brasília não tem representatividade, porque os atletas não reconhecem nem as questões básicas, os fundamentos básicos. Muitos têm habilidade, mas não têm capacidade primitiva apurada para que desenvolvam o futsal de alto rendimento”.

Com a clínica, de acordo com os professores, será possível aprimorar os conhecimentos táticos e técnicos de atletas e treinadores. “Temos de fomentar os pilares, que são as questões cognitivas, afetivas e motoras e dar ênfase mais ainda a esses valores cognitivos e afetivos para que eles possam entender essa prática esportiva”, afirma Cardim.

E acrescenta: “Acreditamos que desta forma poderemos fazer com que o futsal cresça e que todos tenham em mente que não há um atleta ou time isolado, mas, na verdade, todos. É muito comum em outros esportes de alto rendimento e o futsal necessita disso”.

Experiência

A primeira clínica envolveu as escolas que os professores atuam, como o Minas Brasília, Iate Clube, Cardim Sports, Santos e Ajax. “A gente sente a necessidade que Brasília toda abrace esse projeto, que os empresários venham apoiar mais o esporte em no DF, principalmente o futsal, a partir de oportunidades de evoluir cada dia mais a prática esportiva do futsal”.

A clínica ocorreu de sexta-feira (28/7) a domingo (30/7), com atividades temáticas, jogos situacionais e formais, com conteúdo programático e aulas expositivas. “Ao todo, 35 crianças ficaram alojadas, com atividades o dia todo e parte da noite. No encerramento, aconteceu o all star games, com atividades de precisão com atividades de precisão, agilidade, velocidade, entre outros.

Apoiaram o evento a Bolas Premium, Frut Garden, 5G Seguros, Mesociclo Sports (laboratório de alta performance) e Centro de Fonoaudiologia de Brasília.

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Close