FutebolPrincipais

Cruzeiro está na Primeira Divisão

cruzeiroCarcará  comemora a ascensão à elite do futebol candango

Depois de 14 anos de trabalho intenso, a equipe do Cruzeiro Carcará chega à elite do futebol candango. A façanha veio após a classificação para a decisão do Campeonato da Segunda Divisão do Distrito Federal.  No duelo final, o Samambaia sagrou-se campeão, com vitória por 2 x 0 sobre o Carcará. Mesmo com a derrota, a equipe já tem lugar garantido na Primeira Divisão em 2015.

Sábado (20), a diretoria do clube reuniu atletas, profissionais e amigos para comemorar a ascensão da equipe. Todos sabem que não será fácil, mas o caminho para chegar até aqui também foi repleto de dificuldades, o que não desanima nenhum integrante do clube.

“Essa conquista foi maior oportunidade para nossas vidas. Esse foi o terceiro campeonato que participo pelo Cruzeiro. Fizemos uma boa competição e, graças a Deus, conseguimos o acesso. Acreditamos que também faremos uma boa campanha na Primeira Divisão. A cada dia o Carcará vai decolar para voos mais altos”, comemora Gabriel Arantes de Souza, volante.

Também em seu terceiro campeonato pelo Cruzeiro, Victor Gustavo, lateral direito, fala da conquista. “Esse acesso foi muito importante para o Cruzeiro e, para mim, foi histórico, uma satisfação muito grande. Esta é a primeira vez que chegamos à Primeira Divisão e sabemos que não será fácil, mas vamos trabalhar para fazer uma boa competição”.

Para o zagueiro Cristiano Santos, a conquista veio coroar o trabalho sério de toda a equipe. “A gente lutou muito. Foram muitas dificuldades que passamos este ano, mas conseguimos atingir nosso objetivo. O Cruzeiro vem tentando, batendo na trave e, graças a Deus, conseguimos o acesso”, conta o zagueiro, que está em sua segunda passagem pelo Cruzeiro. Ele jogou em 2012 e voltou este ano para ajudar a equipe a subir.

Se os jogadores da equipe reconhecem as dificuldades enfrentadas para participar de uma competição, o presidente do clube Ivani Alves Oliveira, o Nyto, fala com propriedade sobre as barreiras vencidas e os próximos desafios. “Há 14 anos, estamos nessa luta e passamos por muitas dificuldades para chegar até aqui. Estamos comemorando o acesso à Primeira Divisão, mas já preocupados, pois sabemos que é muito difícil”, analisa Nyto.

Segundo ele, nem mesmo o período eleitoral é capaz de trazer aos esportistas a esperança de momentos mais tranquilos. “É muita demagogia dos candidatos que se dizem preocupados com o esporte. Eles falam um bocado, mas não têm ideia de quanto custa uma passagem”, critica.

Mesmo diante de um cenário pouco promissor, Nyto acredita que esse acesso seja um divisor de águas e que o Cruzeiro fará história na elite do futebol candango,  para deixar espaço e esperança a outros atletas do DF. “Vamos buscar parcerias para tentar nos manter na Primeira Divisão. Não há uma política definida para o esporte e, por isso,  não é possível contar com apoio do Estado. “Temos de fazer nossa parte e torcer para que encontremos os parceiros certos”.

Diretoria busca patrocínios

Foi preciso vencer muitas barreiras para chegar à Primeira Divisão do DF e todos sabem que se manter também não será fácil. Para isso, a diretoria já está trabalhando com o intuito de fechar novas parcerias. “Estamos preparando nossos projetos para buscar patrocínio. Caso a gente não consiga,  privatizaremos a base para ajudar”, informa Shirlene Costa, diretora administrativa e assessora de comunicação. Ela acredita que se houvesse mais atenção com as categorias de base, tudo poderia ser melhor ainda. “Gostaria que os políticos entendessem que se eles têm um objetivo para Brasília, é preciso começar pelos jovens, apoiando projetos que os tirem da rua. Se o Cruzeiro chegou até aqui, sem estrutura, imagina se tivéssemos o mínimo de apoio. Não estamos pedindo muito, queremos um mínimo para trabalhar sossegado, manter uma folha de pagamento em dia, transporte, frutas para os atletas, água. Tudo sai do bolso da diretoria, do Nyto e de alguns amigos que acreditam no trabalho e colaboram”.

Trabalho, confiança e dedicação

São vários os envolvidos no projeto Cruzeiro Futebol Clube, por isso, o acesso à Primeira Divisão traz mais orgulho e esperança a todos.  Shirlene do Carmo Costa, diretora administrativa e assessora de comunicação acompanha a equipe há mais de oito anos.  Agora que chegamos ao que tanto buscamos, fico feliz em participar”, destaca Shirlene.

Para ela, chegar à elite do Candangão é muito gratificante. “Olhar para um amigo e ver que o sonho dele (Nyto) foi concretizado. Aliás, o dele, o meu e o de muitos outros. E sabendo que se chegamos até aqui foi porque acreditamos no nosso potencial. Passamos por muitas dificuldades financeiras e estruturais, mas conseguimos”, acrescenta a diretora.

Gabriel Costa, 23 anos, está no Cruzeiro desde 2009. Atuou como jogador e, desde 2012, é preparador de goleiros do clube. “O acesso à elite significa a coroação do trabalho de toda a equipe”.  “O Cruzeiro é uma família. Sabemos das dificuldades que temos, mas sempre primamos pela amizade. Trabalhamos voluntariamente, sem salário, mas faço o que gosto”.

O jovem preparador faz um alerta aos políticos: “Não adianta vocês chegarem e abraçar um time só. Precisamos de políticas públicas que atendam todas as equipes de Brasília e, principalmente, a base. Sem a preparação de novos atletas, não há profissional”, desabafa Gabriel. E completa: “Os políticos só aparecem nesse período e com várias promessas. No final, não dá em nada”.

Há quase três meses no clube, o auxiliar técnico Robson Ribeiro comemora a conquista. Ele trabalhou no Juniores do Gama e veio para o Cruzeiro por intermédio do treinador José Lopes Risada. “Acreditei no projeto do Cruzeiro e alcançamos nosso objetivo. Conseguimos mostrar que é possível vencer as barreiras, embora a gente espere  que haja melhorias nos próximos anos, pois o futebol necessita desse olhar, principalmente a base”, afirma Robson.

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close