EsportesFutsalPrincipais

Definidos os campeões do Nipo-Brasileiro

Chegou ao fim o 22º Torneio de Futsal da Colônia Japonesa do Centro-Oeste, com churrasco ao estilo japonês

Kátia Sleide

O último domingo de setembro foi cheio de emoção no Clube Nipo-Brasileiro, com as decisões do 22º Torneio de Futsal da Colônia Japonesa do Centro-Oeste.

Pela categoria Diamante, o WW faturou o título de campeão, enquanto o Taguatinga ficou com o vice-campeonato. A equipe do WW fez barba, cabelo e bigode: além do título, João Batista foi o artilheiro; e Miltão Matsunaga o goleiro menos vazado.

Quem levantou o troféu de campeão da Superveterano foi o Núcleo Bandeirante. O time venceu o Taguatinga, que fechou a competição em segundo. Na artilharia, Geraldo Batista (Bandeirante); e Miltão Matsunaga (Bandeirante), goleiro menos vazado.

Na Veterano, melhor para o WW que derrotou o Bandeirante e levantou o caneco da categoria. Cleber Alves (Bandeirante) foi o artilheiro da competição; e Sandro Terabe (WW), o melhor goleiro.

E no duelo mais esperado do dia quem se deu bem foi o Nipo. A equipe venceu o WW, de virada, para soltar o grito de campeão da categoria Livre. Jogo de altíssimo nível. A equipe do Nipo fez serviço completo. Além do título de campeão, teve o artilheiro da categoria, Davi Lima; e o melhor goleiro, Júlio Hirata.

Após os duelos emocionantes, a turma foi para o almoço comemorativo, em clima de confraternização entre atletas, amigos e familiares.

A competição, organizada pela Federação das Associações Nipo-Brasileiras do Centro Oeste (Feanbra), contou com 22 equipes divididas em quatro categorias: Livre, Veterano (a partir de 35), Superveterano (a partir de  45), e a Diamante (a partir de 50 anos).

O Torneio de Futsal da Colônia Japonesa do Centro-Oeste é considerado a mais importante competição da modalidade entre os descendentes de japoneses.

 

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Close