EsportesFutebolFutsalPrincipais

Elas querem conquistar os EUA

Equipe feminina de futebol da PMDF/CBMDF vai participar pela primeira vez dos Jogos Mundiais, em Los Angeles

Kátia Sleide

O futebol feminino brasileiro será bem representado pela equipe feminina formada por integrantes da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e do Corpo de Bombeiros do DF (CBMDF) no World Police and Fire Games (WPFG) – Jogos Mundiais de Policiais e Bombeiros 2017. Este ano, a competição bienal será realizada em Los Angeles (EUA), com 64 modalidades individuais e coletivas, entre os dias 7 e 16 de agosto.

Com representantes no judô, vôlei de areia, atletismo, ciclismo e no futebol masculino, o Distrito Federal também terá uma equipe feminina no Fut 5.

A preparação está sendo intensa e se depender da euforia das meninas, o Brasil fará bonito em Los Angeles. O time, formado há dois anos, está viajando com 11 atletas, sete da PMDF e quatro do CBMDF.

A oportunidade de representar o DF e o Brasil nos Jogos Mundiais em Los Angeles, para elas, é magnífica. “Para nós é uma vitória muito grande. Estamos realizando um sonho junto a outras forças, como o Bombeiros e a PMDF”, comenta Fernanda Silva (PMDF), uma das atletas da equipe.

Gláucia Moraes (CBMDF), que já tem um histórico como atleta antes mesmo de entrar no Corpo de Bombeiros, faz coro com Fernanda. “Eu me sinto orgulhosa, honrada de poder representar o DF, o Brasil e minha corporação do Corpo de Bombeiros junto às meninas da PMDF, para fazer uma coisa que amo muito. Isso é muito bacana”.

O sonho de montar uma equipe de futebol feminino já é antigo para as meninas, pois já houve a formação para várias modalidades, mas o futebol é inédito. “A gente vem lutando há tempos. Quando eu entrei na corporação, a Fernanda já estava. Saí atrás dela para montarmos um time de futebol, pois nunca havia tido antes”, revela Lorena Souza (PMDF).

A atleta também conta que o projeto não vai ficar apenas na participação dos Jogos de Los Angeles. “É a primeira vez que estamos indo, mas queremos seguir com o projeto. No ano que vem tem o Europeu e em 2019 tem outro Mundial. Não queremos que o time acabe. Vamos continuar com o projeto e com certeza vamos adquirir mais experiência e ter mais atletas”, planeja Lorena.

Preparação

Há algum tempo as meninas já vêm se preparando para fazer bonito na competição. Entre as pessoas que as apoiaram e que vêm ajudando até às vésperas da competição é Tatiana Wesfield, coordenadora da Associação Desportiva de Futsal do DF (Adef). “A Tatiana Wesfield nos ajudou muito. Infelizmente ela não pode viajar conosco, mas mesmo assim continuou nos dando a maior força até hoje”, comenta Gláucia.

Mas em se tratando de apoio, as meninas não ficaram “órfãs”. Elas ganharam a parceria do major Cleomar Carvalho, que já viajou com as equipes masculinas em outras edições dos Jogos Mundiais e veio, com sua experiência, somar com a equipe feminina.

Mesmo já tendo acompanhado as equipes Veterano e Principal masculinas, para o major está sendo uma honra viajar com as meninas. “Para mim, representa o máximo poder treiná-las e estar com elas em Los Angeles, porque tirar um time de futebol de dentro da PMDF não é fácil. E a devoção e a determinação delas, para mim, aumentar a vontade de que elas façam bem melhor lá fora do que já fizeram durante a preparação”, comenta o major.

E completa: “Contamos com o apoio da torcida brasileira. A gente tem um orgulho muito grande de chegar lá fora e ver o respeito que eles têm com a gente lá fora, então, desejamos que os de cá também se sintam orgulhosos delas e que fiquem na torcida por essas guerreiras”.

A equipe da PMDF/CBMDF (laranja) em treino com atletas do futebol e futsal feminino do DF

Treinamento intenso e apoio feminino

A preparação para a participação no World Police and Fire Games (WPFG) – Jogos Mundiais de Policiais e Bombeiros 2017 foi intensa. Na última semana, as meninas treinaram com algumas atletas que figuram no cenário salonista do DF.

Camila Orlando, jogadora profissional e presidente do Capital Feminino, está empolgada com a participação das colegas na competição. “É bem interessante ter essa possibilidade de as mulheres estarem participando desse campeonato. Acho muito bacana essa oportunidade que a PMDF e o Corpo de Bombeiros estão dando a elas, afinal, além de participar de uma competição importante, elas estão praticando esporte”, frisa.

Ana Paula, professora de futebol, é uma das pessoas que ajudaram na preparação das meninas. Ela organizou os treinos junto à equipe Capital Feminino e se sente extremamente feliz por isso. “A minha alegria vem do pé à cabeça. E só posso dizer a elas que, independentemente de vitória ou derrota, saiam de lá felizes por terem cumprido o que queriam”.

Apoio

Para as atletas da equipe da PMDF/CBMDF, a história do futebol feminino está mudando aos poucos e, ao contrário do que muitos pensam, elas conseguiram apoios importantíssimos para realizar o sonho de representar o DF e o Brasil lá fora.

Elas frisam bastante a força que seus colegas das duas corporações lhes deram para a preparação e fazem questão de agradecer a cada um que contribuiu para isso, tanto os colegas quanto os seus superiores, da PMDF e do CBMDF. Além deles, elas destacam outros apoiadores importantes. “Agradecemos ao deputado Agaciel Maia, à Malharia Malluí, à Lilo Tilo (moda infantil), à Tatiana Weysfield, à secretária de Esporte do DF, Leila Barros, que sempre nos atende quando precisamos. Vocês nos ajudaram a realizar esse sonho e esperamos representar muito bem o DF, o Brasil e as duas corporações”, finalizam.

 

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Close