2014Editorial

Encontrar o caminho do sucesso requer dedicação e persistência

Kátia Sleide Editora-chefe
Kátia Sleide
Editora-chefe

São inúmeros os casos de atletas que se depararam com negativas logo no início da carreira. Para muitos, foi o começo do fim do sonho. Para outros, apenas mais alguns degraus a serem conquistados. A grande diferença para os que alcançaram seus objetivos está na dedicação e na persistência, pois não desistiram.

Há poucas semanas, encontrei um jovem atleta que me relatou que havia participado de algumas “peneiras” e que não tinha se saído bem. Perguntei a idade e ele me revelou que tinha 13 anos. Então, questionei sobre seus planos para o futuro no futebol e o mesmo me respondeu que perdeu a graça e que vai continuar jogando apenas por amor, mas não pensa em se dedicar como antes.

Acredito que o papo pode servir para os demais. Uma das coisas que mais frisei foi a idade. Gente, 13 anos é o começo de tudo. Sabemos que muitos já se sobressaem nesse período, mas nem todos são iguais. As pessoas são diferentes e isso serve também para o esporte.

Aos 13 anos, alguns podem estar preparados. Outros podem ter tido a chance, mas isso não significa que os demais não encontrarão seu lugar. Abaixar a cabeça nessas horas é o mesmo que jogar a toalha. Aproveite a oportunidade de participar de uma avaliação para corrigir os erros. Pergunte ao seu professor o que o atrapalhou naquela ocasião. Saiba o que pode ser melhorado para que nas próximas oportunidades, você se saia melhor.

Não encare a primeira negativa como o começo do fim. Encare como uma boa oportunidade para corrigir os erros e seguir em frente. Não desista jamais de seu sonho e não deixe que a frustração do momento lhe tire a garra e a fé no trabalho diário.

Se você não conseguir realizar seu sonho em um determinado momento, não deixe de lutar, de se dedicar, de trabalhar. Não pense que está tudo perdido, pois são muitas as chances e, se você trabalhar com seriedade, sua hora chegará.

Esteja preparado, pois, durante toda a vida, recebemos muitos ‘nãos’. Vocês nem imaginam quantos ainda terão de engolir e seco. No primeiro momento, dói. Ah, como dói. Mas é preciso respirar fundo, buscar novamente o foco de tudo e seguir.

Acredito muito que as coisas acontecem na hora certa e no lugar certo. Sabemos que nem sempre depende da dedicação e persistência, mas sem esses dois, a chance de dar errado é altíssima. E se mesmo assim, futuramente, você se deparar com a frustração do seu sonho, saiba que nessa caminhada muitas lições lhe foram impostas e essas servirão demais para que você encontre seu sucesso como homem, cidadão, filho, pai de família. Ou seja, como pessoa do bem. Isso é o mais importante de tudo.

“O trabalho e a dedicação são importantíssimos para a felicidade plena. Portanto, não abaixe a cabeça e jamais desista dos seus sonhos”
Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close