2014Editorial

Errar previsões negativas é melhor que acertar as positivas

Kátia Sleide Editora-chefe
Kátia Sleide
Editora-chefe

Muitas previsões negativas foram feitas para a realização da Copa do Mundo no Brasil. Eu mesma estava receosa quanto às condições dos estádios, a capacidade dos aeroportos e a receptividade dos brasileiros. É normal ficarmos preocupados, afinal, quem não gosta de fazer bonito para suas visitas? Essa preocupação é igual a que acontece quando vamos receber pessoas em casa. Fazemos de tudo para que elas se sintam à vontade e que considerem o momento inesquecível.

Ainda bem que minhas previsões não se concretizaram. Fico muito feliz quando penso que algo negativo pode acontecer e não ocorre. Ufa, é um alívio! Estar errada ou mesmo dar a oportunidade que o curso seja modificado para que tudo fique bem é muito bacana. Mas nem todos pensam assim. Há os que acreditavam que nada daria certo e, mesmo diante dos acontecimentos, ficam procurando, esmiuçando tudo, cautelosamente, com o objetivo de encontrar algo negativo que possa se sobressair às coisas boas.

Claro que temos de estar de olho em tudo e tentar nos antecipar aos acontecimentos. Só assim, podemos evitar que muitas coisas ruins ocorram, assim como também podemos abrir espaço para que as boas aconteçam. O que não podemos é nos apegar às previsões e tentar fazer de tudo para que acertemos, simplesmente para apontar o dedo na cara do outro e soltar a frase: “Eu já sabia!” Prefiro ser surpreendida positivamente. Acho muito mais gostoso quando as previsões negativas não se concretizam.

A Copa do Mundo no Brasil está sendo um verdadeiro sucesso. Não tivemos até agora problemas nos aeroportos. Os visitantes estão amando a receptividade brasileira. Os atletas que ainda não conheciam o Brasil estão maravilhados com tanta beleza. Os jogos estão ocorrendo dentro do horário, ou seja, o protocolo da Fifa está sendo cumprido. As torcidas estão dando um show. E vários outros fatores que estão superando toda a expectativa.

Sim, mas há um monte de pessoas negativas por aí. Oh, se tem!

Aqueles que acreditam, piamente, que todos estão contra ela; que não perdem tempo em criticar tudo e de forma destrutiva. Que valorizam apenas os defeitos dos outros. Acredito que todos nós conhecemos alguém assim. E nos últimos tempos, descobri que conheço muitos desses.

O que não faltam nas redes sociais e nos programas jornalísticos são os “videntes” de plantão que, cinicamente, fazem suas previsões e, mesmo que elas não se confirmem, repetem insistentemente suas teorias, como uma lavagem cerebral, na tentativa de se fazerem donos da razão. Desculpem-me, meus caros, mas vocês erraram, assim como eu. Temos nossos problemas, sim, mas estamos realizando um dos melhores eventos e, em breve, o mundo vai aplaudir.

” O Brasil tem muitos problemas e o maior deles está na vontade de poucos de tornar o país desacreditado perante o mundo. É melhor não dar chance a esse tipo de gente”

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close