Share

Etapa de Ceilândia pontua para composição da Seleção Brasiliense de Taekwondo

A 1ª etapa, realizada em Ceilândia, teve cerca de 250 inscritos

A 1º etapa do Campeonato Brasiliense 2012 de Taekwondo, realizada no domingo (10), pela Federação de Taekwondo Olímpico do Distrito Federal e Administração de Ceilândia, foi muito disputada. A equipe do Instituto de Arte e Cia e Cidadania é a vencedora. Em segundo lugar ficou Guggianea; terceiro, Phênix; quarta colocada, Tourão e, em quinto, Academia Olímpica. A disputa teve início por volta das 11h30 e terminou às 22h30. As modalidades disputadas foram a luta e o poomse, divididas nas categorias Infantil, Juvenil, Sub-21, Adulto e Master. A etapa de Ceilândia teve cerca de 250 inscritos.

Na abertura do campeonato, atletas brasiliense que conseguiram passar na seletiva em Aracaju-SE, no final de janeiro, para integrar a Seleção Brasileira foram homenageados. Um dos destaques do evento, no Nordeste, foi a classificação de Guilherme Dias, que lutou contra Marcio Wenceslau, um dos grandes nomes da categoria e que ganhou prata nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro (2007). “Foi emocionante a seletiva. De oito candidatos, apenas dois se classificariam para integrar a Seleção Brasileira. Venci o favorito. Quero dar o meu melhor e representar bem o Brasil”, afirma Guilherme Dias, da categoria Adulto até 58 kg. Além dele, conquistaram vagas na seletiva de Aracaju: Diego Azevedo (categoria até 80 kg), Melkszedeck Santana (Masculino – até 63 Kg Júnior), Gabriel Alves (Masculino – até 59 Kg Júnior), Igor Laulsen da Silva (Masculino – acima de 78 Kg Júnior ), Julliany Santos Ferreira (até 49 kg, Classificada para Seleção Brasileira ‘B”)

Próxima etapa

A segunda etapa do campeonato está prevista para maio, em Samambaia, e definirá o ranking para formar a seleção brasiliense da categoria. “Essa primeira etapa é para avaliarmos e pontuarmos os atletas. Na segunda etapa é que vamos montar a seleção brasiliense”, explica Willian Lima técnico, da seleção brasiliense masculina.

O Mestre Washington Azevedo fala do contentamento em formar atletas que se destacam e defendem o Brasil fora do país. “Oito atletas do DF estão na Seleção Brasileira e isso é muito bom”.

 

[nggallery id=58]

Deixe um comentário