EsportesFutsalPrincipais

Febrasa fecha competições em alto estilo

Premiação de todas as categorias ocorreu na Portuguesa, com Jogo das Estrelas, decisão do Adulto Feminino, premiação e almoço de confraternização

Kátia Sleide

Domingo festivo e que ficará marcado na memória dos amantes do futsal do Distrito Federal. A Federação Brasiliense de Futebol de Salão (Febrasa) fechou o calendário esportivo da entidade em grande estilo, com a realização do Jogo das Estrelas – duas seleções formadas pelos melhores atletas do Adulto Masculino, decisão da Adulto Feminino, premiação para todas as categorias e almoço de confraternização. A Associação Portuguesa de Brasília (APB) foi a anfitriã, que recebeu a todos com muito carinho e respeito.

Abriu a programação de encerramento o Jogo das Estrelas, duas seleções formadas pelos melhores atletas, de acordo com votação dos sete técnicos participantes do Campeonato Brasiliense BRB de Futsal (categoria Adulto Masculino).

Em seguida, ocorreu o jogo de volta da categoria Adulto Feminino, em que o Minas/Icesp derrotou o Cresspom/Mauá por 2 x 1 e sagrou-se campeão.

Na sequência, todos se dirigiram para o salão para a tão esperada premiação das categorias Sub-15 Masculino, Sub-20 Masculino e Feminino e Adulto Masculino e Feminino.

O secretário do Meio Ambente, Igor Torkaski, prestigiou os jogos do dia e ficou para acompanhar a premiação.

Após a premiação (veja abaixo), foi servido almoço de confraternização.  O evento foi uma grande festa do futsal do DF e que contou com representantes de todas as equipes.

Vale destacar o empenho da diretoria executiva para a realização das competições da Febrasa e o fechamento do calendário com a confraternização entre atletas, dirigentes, técnicos, o quadro de arbitragem e outros colaboradores. A entidade realizou em média neste ano aproximadamente 300 jogos em 11 categorias. É o reflexo de um trabalho sério e que tem tudo para trilhar caminhos mais promissores para o futsal do Distrito Federal.

Para o presidente da Febrasa, Fábio Martins, o ano de 2017 foi um misto de desafio e aprendizado, mas que valeu muito à pena, segundo ele. “Estou muito Feliz com esse ano de 2017 à frente da Febrasa. Foi muito pesado, muitas armadilhas e desafios. Fizemos uma Taça Brasília com 11 categorias, muitos jogos em curto tempo e com uma equipe tão reduzida. Erramos muito na Taça Brasília, acertamos também, mas o importante foi o aprendizado que tivemos para podermos fazer um Campeonato Brasiliense muito bom”, afirma.

Segundo Fábio Martins, o segundo semestre foi mais tranqüilo e trouxe muitas correções. “Foi um segundo semestre mais leve, formamos um Tribunal, aproveito e agradeço o TJDU-DF; respeitamos 90% do calendário, algo muito positivo. Voltamos nesse ano a disputar competições nacionais, e nesse quesito destaco a participação do nosso futsal feminino, vice-campeãs no Sub 20 e Adulto. Amadurecemos todos, representante das equipes, técnicos, atletas, diretoria executiva e árbitros”, destaca o presidente.

E falando em arbitragem, Fábio Martins aproveita para destacar também o empenho dos profissionais. “Quero agradecer a cada um que acreditou na nossa gestão e se dedicou 1000%. Vocês se doaram, fizeram por amor à profissão e fico grato por me deixarem conhecê-los melhor e criar um vínculo de amizade, pois tenho essa característica, em querer tratar todos por igual e caminharmos um ao lado do outro, pois entendo que unidos somos mais fortes. A dedicação da arbitragem resultou em excelentes atuações nas competições nacionais e participação em finais de Taça Brasil e elogios do nosso diretor de arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS), durante os jogos escolares”.

Na sequência dos agradecimentos, o presidente enfatiza a disposição e empenho da diretoria da Associação Portuguesa de Brasília (APB) em abrir as portas do clube para o encerramento das atividades da Febrasa. “Finalizamos em uma grande festa nesse último domingo, na Associação Portuguesa de Brasília, e aproveito para agradecer toda a diretoria do clube, na pessoa de Marcos Cabral, presidente da APB, onde resgatamos o Jogo das Estrelas, tivemos a partida final do Adulto Feminino, a entrega de premiação das cinco categorias, uma linda festa, premiações de alto nível, homenagens, uma verdadeira festa para consagrar o ano”.

Reestruturação

Mesmo com todo o sucesso do evento e com as melhorias ocorridas em 2017, Fábio Martins sabe que ainda tem muitos desafios, porém, acredita que está no caminho certo. “Nessa reestruturação, quero agradecer algumas pessoas: ao Alex Borges, presidente e técnico da AJJR, que não mediu esforços para nos ajudar, desde o primeiro momento, com seus conhecimentos sobre a federação (administrativo e contábil). O Alex ajudou a liberar as certidões negativas e, sem sombra de dúvidas, é uma peça-chave para o sucesso do ano de 2017. Quero agradecer nossa diretoria, Paulo Bulhões (1º vice-presidente); Hélio Santos (2º vice-presidente); Jânio Martins (superintendente operacional, que se desligou no domingo); Átila Morais, diretor de arbitragem”.

Antes da entrega da premiação, houve a posse de João Cleber, como superintendente técnico da Febrasa. Conhecido por fomentar o esporte em Ceilândia. “Aproveito para desejar boas vindas ao João Cleber, pessoa de grande índole e muito conhecimento técnico para a função de superintendente técnico. Agradeço aos dirigentes, que aprenderam e contribuíram para melhorarmos. Opiniões e críticas fizeram com que tentássemos minimamente atender às expectativas. E meu agradecimento especial à Kátia Sleide, pessoa maravilhosa que sorriu e chorou conosco, incansável no resgate da modalidade, pessoa de personalidade forte e verdadeira, foi merecedora de todas as conquistas positivas na modalidade”, complementa Fábio Martins.

E finaliza: “Agradeço a todos os patrocinadores: Campeão da Construção; Mallui Artigos Esportivos; Central Esporte; Bolas Premium; Banco de Brasília; Governo de Brasília nos nomes do secretário Igor Torkaski e da nossa secretária de Esporte, Leila Barros, que até balançou as redes no pontapé inicial da final do feminino; ao desportista deputado Ricardo Vale, autor da Lei dos Boleiros; ao Viver Sports; e à rádio DFFM”, agrade Fábio Martins.

 

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Close