Share

Federação de futebol busca destaque para times masculinos

Seleções femininas do DF ocupam posições na série A do futebol nacional, mas elencos masculinos amargam na série D

Fonte: Agência Brasília

O presidente eleito da Federação de Futebol do Distrito Federal (FFDF), Daniel Vasconcelos, tomou posse no cargo na tarde desta quinta-feira (1º), em solenidade no Estádio Nacional Mané Garrincha, prometendo resgatar a importância do futebol masculino da capital. A FFDF é a entidade máxima de esporte no DF e representa 24 clubes profissionais e mais 10 amadores da cidade na Confederação Brasileira de Futebol.

Há mais de 10 anos sem nenhum time fazendo parte das séries A, B ou C do futebol brasileiro na categoria masculina, os clubes locais elegeram Vasconcelos – que desde 2017 estava à frente da entidade, após renúncia do titular, Erivaldo Alves – justamente com a expectativa de mudança nesse cenário. “Só com engajamento sério de todos, poderemos levar o futebol profissional do DF a sair do escanteio para um lugar de destaque no âmbito nacional”, enfatizou.

O vice-governador Paco Britto, que esteve presente na solenidade, destacou que, desde o começo da atual gestão, o governo tem se empenhado em prol do esporte na capital. E afirmou que o GDF investirá R$ 5 milhões do Fundo de Apoio ao Esporte (FAE) para democratizar o acesso à pratica esportiva no DF. “O governo acredita no esporte e defende seus valores. Queremos que o futebol no Distrito Federal seja exemplo de transformação, que seja valorizado tanto no âmbito amador, quanto profissional”, destacou Paco. “Contem com a parceria do GDF”, finalizou.

Para o vice-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marcos Vicente, a nova presidência empossada tem poder de promover essa transformação. “Contem com a CBF, pois acreditamos que essa gestão vai recolocar o futebol de Brasília de volta a um lugar de onde sequer deveria ter saído”, afirmou.

Atualmente, apenas dois clubes profissionais, o Minas Brasília e o Real Brasília, representam o DF na série A em campeonatos brasileiros. As duas equipes formadas por um elenco feminino.
“Meu mandato de quatro anos será marcado pela luta para que o DF consiga ter pelo menos um clube de futebol masculino nas séries A ou B do futebol nacional”, disse Vasconcelos.

Os times Gama e Brasiliense já foram times locais que integraram a primeira divisão do futebol de elite nacional. Hoje, ambos os times representam o DF na série D – considerada uma quarta divisão.