Esportes

Foco no Campeonato Nacional, em Aracaju

Felipe, Gabriel, Paulo, Danielle e Elisabeth: alguns dos representantes do DF no Nacional de Aracaju
Atletas da Fame-DF estão cada vez mais focados na competição de maio, no Nordeste

Alguns atletas já estão classificados para o Campeonato Nacional de Karatê, que será realizado em Aracaju-SE, na primeira semana de maio, mas os treinos seguem a todo vapor para fazer bonito no Nordeste. No fim de semana que passou, Danielle Borges, 12 anos, participou da Copa Escolar Classificatória para Aracaju – Imat Brasil, em São Paulo, e voltou com duas medalhas: uma de bronze e uma de ouro, na categoria 12 e 13 anos.

Embora os campeões já tenham vagas garantidas para o Nacional, a regra diz que eles devem participar de pequenos torneios e seguir com os treinamentos. Danielle está fazendo sua parte e as conquistas são expressivas. Ela é penta campeã brasileira (2008/2009/2010/2011); e pentacampeã brasiliense (2008/ 2009/2010/2011).

Além dela, outros atletas da Federação de Artes Marciais Educativas do Distrito Federal (Fame-DF) também já carimbaram a passagem, mas seguem nos treinos. Felipe Silva Brito, 9 anos, é faixa verde de karatê shotokan. Ele vai para Aracaju e garante que o foco é na vitória. “Acho que será uma conquista muito legal”, diz, confiante, o tricampeão brasiliense (2009/2010/2011) e tricampeão de semicontato (2009/2010/2011); campeão sul-americano (2009); e campeão mundial (2010).

Com tantas conquistas e tão novo, não há de se estranhar a dedicação do atleta. “Vou tentar o bicampeonato mundial, em novembro deste ano, no Chile”, diz o atleta.

“Felipe é um dos destaques em Brasília. Desde quando começou, foi campeão em todas as categorias. Portanto, ele tem uma grande chance, pois tem um potencial incrível”, diz Paulo Roberto Borges, presidente da Fame-DF.

O pai do atleta, Renato Maciel, também acredita no potencial do filho. “Ele se empenha muito, teina quase todos os dias. Desde quando começou, chega sempre às medalhas. Sabemos que a cada mudança de categoria, fica mais difícil, mas o Paulo acredita nele e nós também. Tenho esperança de bons resultados”, diz o Ricardo.

Gabriel de Sousa, 12 anos, é faixa vermelha. Ele vai participar do Campeonato Brasiliense, que será realizado em 1º de abril, no Sesc de Ceilândia. A expectativa é conseguir classificação para o Nacional, em Aracaju. O garoto sabe que será difícil, mas promete lutar muito para ganhar.

“A expectativa é de ganhar. Sei que é difícil, mas entro para ganhar”, afirma Gabriel.

Cheia de energia também está Elisabeth Barbosa, da categoria acima de 45 anos. Ela já garantiu vaga, mas garante que vai tentar participar de todas as competições menores. “Nessas horas, a gente deixa o trabalho de lado e mete a cara. Quando volta, está tudo enrolado, mas vale a pena”, diz a advogada. Ela está empolgada para fazer bonito em Aracaju. “Quero títulos, medalhas e também conhecer a cidade e fazer novos amigos”.

 

Amigos da Escola

Paulo Roberto afirma que tentará levar mais de 40 atletas para Aracaju. Ele participa do projeto Amigos da Escola, no CEF 07, da 912 Norte. Lá ele tem o programa Treinando Campeões, Formando Cidadãos. “Vamos tentar uma ajuda para levar os meninos. O bom é que a escola já se manifestou a favor. Tavez a gente consiga levar uns oito atletas”, acredita.

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close