EsportesFutebolPrincipais

Gamadão conhece os campeões

Vila Nova vence a categoria Principal, enquanto o Itamaracá conquista o Veterano

Domingo (13), o campo da 50 Leste recebeu os dois duelos decisivos do Gamadão. No primeiro confronto, o Itamaracá venceu o Borússia por 4 x 0 e levantou o troféu da categoria Veterano. Pela Principal, o Vila Nova enfrentou o Panela e, com vitória por 1 x 0, sagrou-se campeão.

O dia estava chuvoso e nem por isso afastou os torcedores dos arredores do campo. As duas partidas contaram com excelente público, que fez a festa com suas equipes.

Veterano

Itamaracá e Borússia abriram os duelos decisivos da categoria Veterano do Gamadão. Em jogo de domínio total do tradicional Itamaracá, a equipe não teve dificuldade para bater o Borússia por 4 x 0 e sagrar-se campeã.

Eugênio, do Itamaracá, foi o artilheiro, com 30 gols marcados. O goleiro menos vazado foi Flávio, do Gaminha, com apenas 18 sofridos. Detalhe: o Eugênio marcou 30 gols em apenas 15 partidas.

Principal

A decisão da categoria Principal envolveu o Panela e o Vila Nova. O confronto foi bastante equilibrado, tenso e com muitas faltas. Contudo, um duelo de tirar o fôlego e decidido no detalhe. A equipe do Vila Nova contou com um atleta formado no Gama e que atualmente está no Comercial de Ribeirão Preto (SP).

O atleta em questão é Carlos Henrique, autor do gol do título. “Aqui é onde eu nasci, tenho meus amigos, desde pequeno. Nada melhor que poder ter vindo e ser campeão pelo Vila Nova, que é um time que tem muito tempo aqui na 50 e tem muito respeito no Gama. Graças a Deus, em um chute abençoado, conseguimos sair com a vitória”.

Além do jovem Carlos Henrique, o Vila Nova também tem a experiência de Ricardo Porto, goleiro, que joga entre a garotada e com um pique fantástico. O título para Ricardo teve um sabor especial, porque ele vem de lesão séria e se superou. “Deixei de operar e já tinha muitos anos que não jogava no Gama, no campeonato da minha cidade. Nasci aqui, representei a camisa do Gama há algum tempo na base cheguei ao profissional, mas não tive oportunidade de ir mais adiante. Mas quero dedicar esse título, primeiramente, a Deus, pela confiança; à Diretoria do Vila Nova que acreditou no meu trabalho que sempre foi sério”, desabafa, emocionado, o goleiro.

E completa: “Nunca pedi nada de ninguém. Sempre quis glorificar o nome do Senhor com aquilo que Deus me ajudou a fazer que é jogar futebol dentre outras coisas. Agradeço toda a diretoria do Vila Nova e toda a diretoria da Liseg, que está de parabéns pelo trabalho realizado. Agradeço pelo trabalho que você vem realizando, Kátia, em todo o Distrito Federal e Entorno. Esse trabalho maravilhoso. Não é de hoje que a gente se conhece. Várias vezes você tem me acompanhado. Dedicar esse título a Jesus de Nazaré, que é o Senhor dos Senhores, o Leão da Tribo de Judá”, complementa Ricardo Porto.

Destaques

Nas duas partidas decisivas do Gamadão, duas figuras chamaram a atenção: Ronaldo e Ricardo Rodrigues, que levantaram troféus de campeões nas duas categorias (Veterano e Principal). Para Ricardo Rodrigues, a sensação é indescritível. “São duas sensações muito íntimas. Fui campeão no time que jogo desde minha infância. Depois do término do Principal do Itamaracá, vim jogar com essa família Vila Nova, não tenho palavras”, desabafa Ricardo Rodrigues.

O zagueiro conta que em 2013 viveu algo parecido. “Fui campeão no sábado e no domingo, em 2013, mas hoje, essa experiência é única e ímpar e quero curtir isso aí. Tenho 38 anos e jogo de zagueiro nas duas equipes. Sou um dos maiores campeões da nossa cidade. Dedico esse título a minha família e à galera do Itamaracá. Eu gosto de jogar em times humildes, como o Vila Nova. As pessoas fazem por amar e com muito esforço”, comemora o zagueiro.

Heynner, do Thiuana foi o artilheiro, com 14 gols marcados. Paulo, do Renner, o goleiro menos vazado, m 14 sofridos.

A competição é organizada pela Liga de Inclusão Social e Esportes do Gama (Liseg), que tem na diretoria executiva o presidente, Claudiney Dornelas Gomes; vice-presidente, Gilmar da Cruz (Caveira); secretário-geral, Alessandro Gomes da Cruz; diretor financeiro, Alessandro Dombroski Santos; e diretor-administrativo e de esportes, Edson Oliveira de Carvalho.

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Close