Share

Judô brasileiro fecha Grand Prix com sete medalhas

Gabriel Santos (+100kg) é prata e Rafael Buzacarini (100kg) bronze no último dia da competição na China
Gabriel Santos (+100kg) é prata e Rafael Buzacarini (100kg) bronze no último dia da competição na China

O Brasil disputou o Grand Prix de Qingdao com uma equipe bastante jovem, formada basicamente por atletas que foram da equipe de apoio no Mundial Sênior. E o desempenho dos atletas que faziam, na maioria dos casos, sua estreia internacional foi boa. Foram sete medalhas conquistadas – duas de prata e cinco de bronze -, sendo duas delas nesta sexta-feira, dia 1º, último dia de competições. Rafael Buzacarini (100kg) ficou com o bronze e Gabriel Santos (+100kg) com a prata, na última luta da competição.

E o caminho de Gabriel até a decisão foi muito bom. Venceu seus três confrontos – contra o chinês Shuo Wang, contra Po Yen Lee de Taipei e Jian Liu (CHN)- por ippon. Na decisão, outro chinês. Mas Lei Zhang não deu chance ao baiano e o imobilizou para ficar com o ouro.

“Acho que fiz uma boa competição no início mas na final, realmente, não consegui encaixar meu jogo. Fiquei muito feliz com a minha primeira medalha internacional mas um pouco triste pela sensação de que poderia ter feito um pouco mais na decisão. Agradeço muito à CBJ pela oportunidade”, disse Gabriel.

 

Rafael Buzacarini, um dos poucos que já tinham experiência internacional com a seleção principal, teve um caminho mais curto até o pódio. Na primeira luta na competição, passou pelo chinês Dongming Zhao por ippon. Na semifinal, foi derrotado pelo alemão Karl-Richard Frey – que viria a se tornar o campeão da categoria – por um wazari e um yuko. Na luta pelo bronze, vitória sobre o mongol Enkhbat Erdenebileg por wazari.

“Eu tive uma experiência nova porque nunca tinha lutado contra chinês. Acho que consegui lutar bem e encaixei meu jogo contra os asiáticos. Na semifinal, mudei a estratégia que tinha usado na última luta com o alemão que também perdi mas, infelizmente, não deu certo. Tenho certeza que vou lutar com ele novamente, mais treinado e melhor fisicamente, e o resultado será diferente”, disse Buzacarini.

Eduardo Gonçalves (90kg) e Isadora Pereira (78kg), os outros brasileiros que competiram no último dia do GP, não chegaram à disputa por medalhas. A outra prata do Brasil veio com Rafaela Silva (57kg) e os bronzes com Milena Mendes (52kg), Tamires Crude (57kg), Eduardo Katsuhiro (73kg) e Vinicius Panini (81kg).

Os próximos – e últimos – compromissos da seleção no ano são o Grand Prix de Abu Dhabi nos dias 21 e 22 de novembro e o Grand Slam de Tóquio de 29 de novembro a 1º de dezembro. No calendário nacional, o Grand Prix Nacional Interclubes contará com os maiores nomes do judô brasileiro nos últimos finais de semana de novembro. O masculino compete em São Paulo nos dias 16 e 17 e o feminino em Porto Alegre nos dias 23 e 24. A Seletiva Rio 2016 – II Etapa, que garante aos campeões o acesso à equipe principal em 2014, encerra o calendário do judô em 2013 no Rio de Janeiro nos dias 13 a 15 de dezembro. Fonte: Time Brasil http://timebrasil.cob.org.br

 

Deixe um comentário