Futebol

Artigo – Machismo no futebol do DF

Brenda joga entre os meninos desde os sete anos de idade

Joanildes Henrique

(Presidente da Sociedade Esportiva Penharol – Gama)

Enquanto muitos acreditavam que meninas não podiam praticar a arte do futebol juntamente aos meninos, a Fundação Criança Gama de Futebol incluía o sexo feminino em seus campeonatos. Foi por meio deste trabalho de inclusão que levamos a ideia para as competições do Distrito Federal. Não foi fácil, mas foi aceito. A partir daí, as meninas tiveram, finalmente, o direito de jogar nos campeonatos do Gama. Era a grande chance de elas mostrarem o seu futebol e se destacarem jogando em campeonatos masculinos, já que não existia uma competição de futebol de base voltada para elas.

Este ano, tivemos uma grande surpresa. A atleta Brenda Fernandes, da Escola de Futebol do Penharol, foi impedida de disputar a Copa Agap de Brasília, competição que ela participa desde a categoria Pré-Mirim, adquirindo, inclusive, o respeito dos adversários.

Há um item no regulamento deste campeonato das categorias Sub-11 e Sub-13, no capitulo IV – artigo 23, que diz: “poderão ser inscritos atletas do sexo feminino para a competição. Obs.: as atletas femininas não poderão jogar na categoria Sub- 15 e Sub-17”, mas, no regulamento do Sub-15 e Sub-17 não fala nada em relação a este assunto.

Entendemos como uma atitude machista, uma luta desigual, pois quem conhece o futebol sabe que agora é a hora de ela mostrar o talento e a capacidade que tem de atuar em condições de igualdade neste mesmo campeonato que deu abertura para ela. Mas, em vez da oportunidade, fazem um regulamento tirando-lhe a possibilidade de dar continuidade ao seu trabalho.

Como fica a cabeça da atleta Brenda, que inclusive atuou em duas rodadas desta copa? Foram campeonatos assim que revelaram a atleta Catarina Macário que hoje está fora do Brasil.

Brenda Fernandes Reges, 13 anos, disputa campeonatos de futebol com meninos desde os sete, e tem se destacado como artilheira em todas as categorias que jogou. Atualmente, atua na Infantil, disputando o Regional do Gama.

Estamos aguardando e torcendo pelo bom senso dos dirigentes da Copa Agap, para que ela possa retornar e disputar esta competição tão importante para o futebol de base de Brasília. A Escola de Futebol do Penharol vai brigar com todas as forças, até as últimas instâncias, para que Brenda ou qualquer outra atleta possa disputar este e qualquer outro campeonato de futebol.

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close