EsportesPrincipais

Mais de 2,4 mil atletas disputam os Jogos Abertos de Brasília

Esportistas vão competir até 31 de outubro em seis modalidades. Também haverá torneios paraolímpicos

As quadras, os tatames e as piscinas de Brasília vão ficar cheios durante este mês. Até 31 de outubro, 2.460 atletas de seis modalidades esportivas — basquete, futsal, vôlei, atletismo, judô e natação — disputam os Jogos Abertos de Brasília 2015. A cerimônia de abertura ocorreu na manhã deste sábado (10), no Ginásio de Esportes do Cruzeiro. Competidores desfilaram durante a solenidade.

Foram formadas 28 equipes, representadas pelas regiões administrativas. Algumas delas, como Sudoeste, Setor Complementar de Indústria e Abastecimento e Estrutural, vão competir juntas. O torneio também terá a participação de atletas com deficiência no basquete em cadeiras de rodas, na natação e no atletismo. Notícias, resultados e informações técnicas sobre os jogos podem ser consultados no site da secretaria, na aba Jogos Abertos de Brasília.

Durante a cerimônia de abertura, a atleta de vôlei feminino Paula Pequeno levou a tocha e acendeu a pira dos jogos. O para-atleta da Seleção Brasileira de Tiro com Arco Luciano Reinaldo Rezende fez o juramento para o início das competições. Em 2015, ele conquistou medalha de ouro nos Jogos Parapan-Americanos em Toronto, no Canadá, e, em 2016, será o representante de Brasília e do Brasil na Olimpíada do Rio de Janeiro. “Passa um filme na cabeça da gente, que desde pequeno participa de eventos esportivos. O incentivo ao esporte traz disciplina, ética, moral ao cidadão”, disse Luciano.

Memórias
A secretária do Esporte e Lazer, Leila Barros, participou dos antigos jogos abertos promovidos na década de 1990. Emocionada durante a cerimônia, ela relembrou a sensação de representar a localidade onde morava. “Eu sempre morei em Taguatinga, e os jogos resgatam essa paixão por onde vivemos. Tenho certeza de que mais de 80% dos esportistas que participaram comigo dessas competições são melhores cidadãos hoje.”

Para a colaboradora do governo de Brasília Márcia Rollemberg, esposa do governador Rodrigo Rollemberg, a retomada dos jogos envolve o DF em práticas positivas mais efetivas para a comunidade. “Também participei com meu time de handebol quando estava no colégio. Acredito que o esporte desperta o espírito de trabalho em equipe e a cidadania nas pessoas.”

Também participaram da cerimônia de abertura o chefe de gabinete do governador Rodrigo Rollemberg, Rômulo Neves; o secretário de Educação, Júlio Gregório Filho; o presidente da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), Alexandre Navarro Garcia; o administrador do Cruzeiro, Paulo Feitosa; e deputados distritais.

O torneio, promovido pela Secretaria do Esporte e Lazer, em parceria com a Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra), foi inspirado nos antigos jogos abertos do Distrito Federal e Entorno, realizados até 1994.

Fonte: Agência Brasília

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Close