Cidades

Manifestação em frente ao Estádio Nacional Mané Garrincha

Manifestantes afirmaram que pretendiam denunciar violações de direitos humanos. Foto: www.copa2014.gov.br
Manifestantes afirmaram que pretendiam denunciar violações de direitos humanos. Foto: www.copa2014.gov.br

Representantes dos movimentos Articulação Nacional dos Comitês Populares da Copa (Ancop) e da Resistência Urbana – Frente Nacional de Movimentos do Comitê da Copa paralisaram o trânsito no Eixo Monumental em frente ao Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília (DF). Os trabalhadores incendiaram pneus ao longo do eixo.

O chefe do Departamento Operacional da Polícia Militar do Distrito Federal, coronel Jair Lobo Rodrigues, informou que foi negociado com as lideranças dos movimentos a desobstrução do eixo, que ocorreu por volta das 11h. Integrantes do Corpo de Bombeiros apagaram o fogo na via e os manifestantes se reuniram no canteiro em frente ao Palácio do Buriti, sede do governo do DF. No período em que houve a manifestação, o trânsito para quem subia o Eixo Monumental em direção à antiga rodoferroviária ficou parado, bastante congestionado.

Neste sábado, (15.06), Brasil e Japão fazem o jogo de abertura da Copa das Confederações, no Estádio Nacional Mané Garrincha, a partir das 16h. Representantes dos dois movimentos disseram que realizarão, durante toda a semana, uma série de atos públicos em cidades do país. Segundo eles, o objetivo é denunciar que estariam havendo violações de direitos humanos em função da realização da Copa das Confederações e do Mundial de Futebol de 2014, e das Olimpíadas, em 2016. (Fonte: www.copa2014.gov.br)

 

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close