BrasíliaPrincipaisSaúde e performance

Professores dos COPs participam da campanha de doação de sangue

Grupo esteve no Hemocentro e vai compartilhar a experiência com os alunos

Fonte: Secretaria de Esporte e Lazer do DF

SEL/Divulgação

Neste mês, é realizado o Junho Vermelho, campanha de Conscientização para a Doação de Sangue. Com isso, diversos setores da sociedade alertam sobre a importância da doação contínua de sangue. E a causa fica ainda mais relevante, neste período de pandemia, isto porque, a quantidade de bolsas de sangue disponíveis nos hemocentros do país diminuiu.

“A gente sabe dessa importância de incentivar a doação durante todo o ano. Doar sangue é preservar vidas. Estamos vivendo um período muito delicado.  As pessoas estão com medo de sair de casa e de frequentarem ambientes hospitalares, mas precisamos alertar sobre a necessidade da doação”, disse Natália Chaves, pedagoga do Centro Olímpico e Paralímpico (COP) de Planaltina.

Natália faz parte do grupo de professores do COP de Planaltina que foi doar sangue, no Hemocentro de Brasília, nesta segunda-feira, 15,  para celebrar o Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado no dia 14 de junho. A  secretária de Esporte e Lazer (SEL), Celina Leão, acredita que esta iniciativa ajuda a reforçar a mensagem de conscientização entre os alunos.

“Os professores dos Centros Olímpicos e Paralímpicos são espelhos para os nossos alunos, isto torna a ação ainda mais valiosa, além de doarem sangue eles passam adiante a importância dessa ação para a população”, destacou Celina.

SEL/Divulgação

Durante o mês, aproximadamente 40 professores dos Centros Olímpicos e Paralímpicos de Brazlândia, Recanto das Emas, Gama, Santa Maria e Planaltina, vão passar pelo hemocentro da capital.  Ana Paula Trindade, coordenadora do COP de Planaltina, é uma das idealizadoras do projeto.

“No início do ano, fazemos um planejamento com diversos temas  transversais para trabalharmos com os alunos durante o ano.  Nesta ação, além de doar sangue, nosso objetivo é passar a  mensagem de importância para eles. Esta iniciativa é uma parceria da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL/DF) com o Idecace (Instituto para o Desenvolvimento da Criança e do Adolescente pela Cultura, Esporte e Educação)”, explicou Ana Paula.

A coordenadora do Centro Olímpico e Paralímpico também destaca que neste período de distanciamento social os professores não deixam os alunos desassistidos. “Por meio das redes sociais e do Whastapp estamos mandando informações e dicas de aulas para eles. Sabemos que este é um momento muito sensível e queremos ajudar”.

Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Close