CidadesPrincipais

Simpósio discutirá esporte e desenvolvimento social

 Enrique Lizalde Gil, mestre em Administração e Direção do Esporte pelo Instituto Olímpico de Ciências do Esporte da Universidade Complutense de Madri (1996) participará do evento
Enrique Lizalde Gil, mestre em Administração e Direção do Esporte pelo Instituto Olímpico de Ciências do Esporte da Universidade Complutense de Madri (1996) participará do evento
Entre os palestrantes, Fernando París, doutor em Direção de Projetos pela Universidade de Zaragoza
Entre os palestrantes, Fernando París, doutor em Direção de Projetos pela Universidade de Zaragoza
Com o tema Esporte e Cultura: Instrumentos para o Desenvolvimento, o Instituto Cervantes Brasília, o Serviço Social do Comércio (Sesc-DF), a Universidade de Brasília (UnB) e o Governo do Distrito Federal promoverão uma reflexão acerca do tema nos dias 12 e 13 de junho, no auditório do Instituto Cervantes, Asul Sul, com o 1º Simpósio Internacional Esporte e Transformação Social.

 

O Simpósio Internacional nasce como espaço de discussão de temas atuais e relevantes para o desenvolvimento esportivo brasileiro e hispano-americano, unido aos grandes eventos que iniciarão este ano no Brasil e antecedendo o início da Copa das Confederações.

Será evidenciado o papel fundamental do esporte na educação e na cultura e seu impacto transformador por meio de projetos sociais e de grandes eventos como a Copa das Confederações, o Mundial de Futebol ou as Olimpíadas. Serão apresentados cases de sucesso como projetos do SESC, a transformação da cidade de Barcelona a partir dos Jogos Olímpicos, os projetos sociais desenvolvidos pelo GDF, os desafios do esporte paralímpico e tantos outros. Uma oportunidade única para destacar aspectos poucas vezes abordados, mas que são passíveis de um intenso debate e troca de experiências.

O projeto é composto por dois braços que se interligam. Ou seja, além do simpósio, também haverá a Exposição Ídolos do Esporte, da artista plástica espanhola Carmen Cámara.

A partir de um painel-mosaico com pinturas de grandes esportistas mundiais, o esporte será associado à manifestação artística e terá seu papel no desenvolvimento sociocultural amplamente discutido no 1º Simpósio Internacional Esporte e Transformação Social.

As inscrições para o simpósio são gratuitas e feitas pela internet.  Os interessados devem preencher a ficha de inscrição disponível no site do Instituto Cervantes www.brasilia.cervantes.es e enviar para o email eventos.brasilia@cervantes.es.

 

PALESTRANTES:

 

Enrique Lizalde Gil

Mestre em Administração e Direção do Esporte pelo Instituto

Olímpico de Ciências do Esporte da Universidade Complutense de Madri (1996). De 1988 a 1992 foi Diretor dos cursos de Pós-graduação em Educação Física Escolar e do Serviço de Atividades Esportivas da Universidade de Zaragoza (1987-94). Foi Coordenador de Projetos do Conselho Superior de Esportes da Espanha, responsável  pela elaboração da “Carta Verde do Esporte Espanhol”, atualmente é Subdiretor Geral de Promoção Esportiva e Esporte Paralímpico do Conselho Superior de Esportes.

 

Fernando París

Doutor em Direção de Projetos pela Universidade de Zaragoza. Foi chefe do Serviço de Esportes da Prefeitura de Zaragoza, Diretor Geral de Esportes de Aragon e em duas ocasiões, Diretor do Gabinete do Secretário de Estado para o Esporte, desenvolvendo, entre outras ações, a coordenação do processo de elaboração da Lei do Esporte. Participou da elaboração da reforma da formação de técnicos esportivos e da implantação do processo de planejamento estratégico do Conselho Superior de Esportes da Espanha (CSD). Foi Conselheiro da “Barcelona Promoció Instalaciones Olímpiques” até 1993, Membro da Assembléia do COOB’92.

Autor do livro “Planejamento Estratégico nas Organizações Esportivas”, editora Paidotribo, Barcelona 1996 e autor do estudo “O Esporte nas Universidades Espanholas” (1996), publicado pelo CSD e co-autor do relatório “A formação permanente em matéria esportiva” (1997), elaborado para a Universidade Autônoma de Barcelona.

 

Guilherme Costa

Convocado para compor a seleção brasileira que participou do Parapanamericano em Guadalajara/México novembro de 2011, ficando na 4ª colocação individual masculino classe 2. 27º no rating Mundial – rating do órgão máximo do tênis de mesa paraolímpico IPTTC (International Paraplympic Table Tennis Committee), adulto classe 2 (classificação funcional por nível de lesão); 2º no ranking Nacional – ranking CBTM (Confederação Brasileira de Tênis de Mesa) adulto classe 2 (classificação funcional por nível de lesão); Seleção Brasileira Paralímpica Permanente B – convocação em 2009/2010/2011/ 2012 e 2013; Campeão Brasileiro 2011 e vicecampeão 2012. Promessa para os Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro 2016.

 

José Ricardo Rizzone

Desde 2008 é Técnico da Seleção Brasileira de Tênis de Mesa Paralímpico, participando das Olimpíadas de Pequim e de Londres. Em 1996 foi Técnico da Seleção Brasileira Olímpica no Sul Americano do Chile.

 

José Roberto Sfair Macedo

Atualmente Diretor Regional do Serviço Social do Comércio – SESC/DF. Economista, Mestre em Economia Social e Direção de Entidades sem fins lucrativos (Universidade de Barcelona); Master em Administração e Direção de Empresas, ex-professor do Centro de Treinamento para o Desenvolvimento da Presidência da República – CENDEC e da Universidade do Distrito Federal; especialista em elaboração, execução e avaliação de Projetos Sociais (ILPES/CHILE).

Funcionário público federal aposentado, tendo ocupado diversos cargos na Administração Pública Federal, dentro os quais destacam-se: Diretor da Secretaria do Orçamento Federal, Subsecretário de Planejamento e Orçamento do Ministério da Indústria, do Comércio e do Turismo; Representante do Governo Federal no Conselho Deliberativo do SEBRAE; Diretor do Instituto Nacional de Seguridade Social – INSS; Secretário de Administração Geral do Ministério da Previdência Social.

Realizou diversos trabalhos de consultoria para organismos sociais, tais como: Fundo Monetário Internacional – FMI; Banco Mundial; PNUD/BID; UNESCO/BID; FAO/PNUD.

 

Júlio César Ribeiro

Atual Secretário de Esporte do GDFJulio Cesar Ribeiro nasceu em São Bernardo do Campo, São Paulo, no dia 24 de fevereiro de 1975, filho único de um motorista e de uma dona de casa. Para ajudar no sustento de sua família, aos 14 anos de idade começou a trabalhar como motoboy em uma empresa de contabilidade na cidade de Franca. Após seis meses na empresa, foi promovido a assistente de contador. Aos 19 anos, casou-se com Sonia Ribeiro.

É formado em Direito pela Universidade Ibirapuera de São Paulo. Entre os anos de 1998 e 2006, Julio Ribeiro foi Diretor Executivo nas Emissoras TV Itajaí, TV Cultura Florianópolis, Rede Mulher de Televisão e TV Itapoan Bahia.

A partir de 2006 atuou como empresário nas áreas de Segurança e Comunicação, até ser convidado a assumir o cargo de secretário-adjunto da Secretaria de Esporte do GDF.

 

Lamartine Pereira DaCosta

Atualmente é professor titular da Universidade Gama Filho, membro do Conselho de Pesquisas do Comitê Olímpico Internacional em Lausanne (Suíça). Conselheiro do Conselho Federal de Educação Física e membro do Conselho de Pesquisas do Centro de Estudos Olímpicos. Foi o idealizador e coordenador do Atlas do Esporte no Brasil e coeditor e coorganizado do livro Legados de Megaeventos Esportivos. Foi Vice-Presidente da Academia Olímpica Brasileira (COB); Professor Supervisor da Academia Olímpica Internacional, na Grécia; Membro da Comissão de Ética e Educação da Borlado Antidoping, da Agency International Olympic e Commissioner da Trim and Fitness International Sport for All Association (TAFISA). Publicou 25 livros, 24 capítulos de livros e 36 artigos em periódicos.

 

Leila Gomes de Barros Foi uma das principais jogadoras do Voleibol brasileiro, sendo considerada, inclusive, a melhor jogadora do mundo. Nascida em Brasília, iniciou sua carreira aos 15 anos. Foi jogadora de grandes clubes brasileiros e defendeu a seleção em várias competições de relevo internacional. Atuou na Rede Globo de Televisão e na ESPORT TV como comentarista esportiva.

 

Ricarda Raquel Barbosa Como jogadora da Seleção Brasileira de Voleibol foi Medalhista Olímpica, Tri Campeã da Super Liga, Penta Campeã Sulamericana e Campeã Mundial. Atualmente é Assessora especial da Secretaria de Estado de Esporte do Distrito Federal, para gestão do Programa Centros Olímpicos (CO) com a função de administrar os COs.

 

Ulisses de Araújo

Doutor em Ciência da Educação Física pelo Instituto Superior de Cultura Física Manoel Farjado – Havana – Cuba. Coordenador Institucional da Associação de Centro de Treinamento de Educação Física Especial – CETEFE. Consultor do Centro de Reabilitação REHAB – Brasília-DF. Membro do Fórum Permanente do Esporte do Distrito Federal. Coordenador do Programa Esportivo para Pessoas com Deficiência dos Centros Olímpicos da Secretaria de Esporte do Distrito Federal. Membro Titular do Conselho de Educação Física, Lazer e Desporto do Distrito Federal –Representante dos Esportes para Pessoas com Deficiência.

 

 

EXPOSIÇÃO: ÍDOLOS DO ESPORTE

Do ponto de vista conceitual, esta instalação está inspirada na frase do filósofo inglês  Francis Bacon (1561-1626): “O homem é um Deus para o homem”. Em sua teoria dos ídolos da tribo, da caverna, do fórum e do teatro são os erros que impedem que o homem possa conhecer o mundo. O enunciado e o desenvolvimento desta teoria são a base para o desenvolvimento deste trabalho.
Os retratos de esportistas manifestando sua decepção ou alegria, são em realidade um reflexo de nós mesmos como sociedade, com todas as nossas conquistas e nossas frustrações.
Do ponto de vista visual, Carmen Cámara faz referência à instalação “48 retratos” do artista alemão Gerhard Richter, que representa uma galeria de homens ilustres do século XIX através da objetiva de sua câmera fotográfica. Na mostra Cem Ídolos do Esporte, apresentará cem retratos de atletas do mundo pintados em preto e branco.

 

CARMEN CÁMARA – graduada em Belas Artes pela Universidade Autônoma de Madri e pela Corcoran School of Art, Washington D.C. Realizou mais de 20 exposições individuais e coletivas, possui obra em importantes coleções como as da Casa da Espanha, em Nova York, do Ministério de Assuntos Exteriores, em Madri, da Canon Espanha, em Madri, do Centro de Arte Caja de Burgos, em Burgos e em coleções particulares em diferentes países.

 

SERVIÇO

ESPORTE E CULTURA – INSTRUMENTOS PARA O DESENVOLVIMENTO SOCIAL

 

DATAS:

Exposição: De 13 de junho a 20 de julho de 2013

Seminário: Dias 12 e 13 de junho de 2013

 

HORÁRIO:

Exposição: Abertura 12/06, 18h30. Visitação: de segunda a sexta-feira, de 11h às 21h.

Sábados, de 9h às 14h.

Seminário: Dia 12/06 de 18h30 às 22h30. Dia 13/06 de 8h às 18h

 

LOCAL:

Espaço Cultural Instituto Cervantes (SEPS 707/907, conj. D, Asa Sul)

 

REALIZAÇÃO:

• Instituto Cervantes de Brasília

• Universidade de Brasília – UnB

• Serviço Social do Comércio – Distrito Federal – SESC/DF

• Governo do Distrito Federal – GDF

 

APOIO:

Rede Globo

Embaixada da Espanha

Sociedad Cultural Brasil-España

Embaixada do México

 

programaçãosimposio

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close