BasquetePrincipais

UniCEUB/Cartão BRB/Brasília luta até o fim, mas está fora do NBB

O NBB CAIXA acabou para o UniCEUB/Cartão BRB/Brasília. Na noite desta terça-feira (10), no interior paulista, o Bauru avançou para a decisão do torneio nacional ao vencer os brasilienses por 85 a 79 e fechar a série semifinal em 3 a 0.

O pivô Ronald Rudson anotou um duplo-duplo com 19 pontos e 14 rebotes. Outro grande destaque da equipe brasiliense foi o armador Fúlvio Chiantia. Com um estiramento na perna direita, era dúvida até horas antes da partida. Mesmo no sacrifício, foi o atleta do time brasiliense com mais tempo em quadra: 33 minutos. Tempo suficiente para distribuir 13 assistências – 65% de todos os passes decisivos do “Time de Lobos” na partida.

O enredo do primeiro tempo se desenhava parecido com os dois confrontos anteriores da série. Bauru começou melhor, com defesa bem postada em quadra, e chegou a abrir oito pontos de vantagem. Mas o UniCEUB/Cartão BRB/Brasília teve calma para não perder o controle do jogo.

A cada tempo técnico, o treinador Bruno Savignani tranquilizava os jogadores. Pedia para eles definirem cada jogada sem forçar arremessos, esperar uma posição confortável para os lances. O pedido foi atendido. Com contra-ataques perfeitos, aliados a uma maior intensidade na defesa, os candangos foram, pouco a pouco, diminuindo a diferença no placar. Quando o intervalo chegou, apenas uma cesta separava as equipes: 42 a 40.

Esforço

Equilíbrio permaneceu até o cronômetro zerar. O armador Fúlvio Chiantia fazia questão de comandar a equipe brasiliense, mesmo com as dores que ainda o incomodavam antes da partida. No último quarto, ainda acertou duas bolas de três pontos que deram oxigênio para o UniCEUB/Cartão BRB/Brasília.

Restavam dois minutos para acabar a partida, e a vantagem era de apenas quatro pontos a favor dos paulistas, que erraram menos nos instantes finais e saíram com a vitória.

Fúlvio elogiou o adversário e parabenizou o Bauru pela vaga na final. Também fez questão de elencar todos os sucessos do UniCEUB/Cartão BRB/Brasília nesta temporada 2015/16. “Nós fizemos uma temporada magnífica. Terminamos com o título sul-americano, ida para quadrangular de Liga das Américas quando todos duvidavam, sem Ronald e Giovannoni. Jogamos de igual para igual contra todos os times. Fizemos playoffsfantásticos contra Caxias e Paulistano”, enumerou o armador, líder de assistências no campeonato.

Antes de sair de quadra pela última vez nesta temporada, Fúlvio agradeceu aos companheiros de equipe. “Só tenho a agradecer o empenho de toda a comissão técnica, de todos os colegas de time. Hoje demonstramos que a nossa equipe é guerreira e tem brio. Saímos de cabeça erguida”, finalizou.​

 

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

Close