FutebolPrincipais

Unindo forças para ampliar o atendimento

massarealProjeto Massa Real atende mais de 500 jovens de Samambaia e vive melhores momentos com parcerias promissoras

Projeto em Samambaia usa o futebol como ferramenta de integração, lazer e formação de novos atletas e cidadãos do bem. Esses são os principais objetivos da Escolinha de Futebol Massa Real, que funciona em Samambaia e atende mais de 500 jovens promessas.

O projeto nasceu em 1999, tendo como idealizar Luís Roberto Freitas da Silva, o Bicudo. Hoje, já conta com alguns monitores/professores, que trabalham voluntariamente na formação dos atletas. Além da experiência com o futebol e da vontade de fazer algo para dar oportunidade aos jovens da região, que quase não contam com opção de lazer e esporte, o grupo utiliza a Palavra de Deus como principal argumento para uma vida melhor.

Na monitoria estão Bicudo, João Marcos, Bruno dos Santos, Edjael Bezerra, o Jajá; João Pedro; Paulo Quental; e Renilton Assunção. Todos têm o compromisso de ajudar os jovens de Samambaia a andar por caminhos promissores e não se envolverem em nenhuma situação de risco social.

Jajá conta que além do compromisso com os jogadores, o grupo também se mobiliza para dar atenção e apoio às famílias. “Aqui, já tivemos muitos casos de resgate de jovens, graças ao trabalho que realizamos tanto com os atletas quanto com seus familiares”.

Alguns dos monitores surgiram dentro do projeto, como João Marcos e João Pedro. Para eles, as orientações no grupo ajudaram a mantê-los fora dos caminhos tortuosos. Hoje, devolvem ao projeto o mesmo tratamento que tiveram como jogadores.

Seguir o exemplo de quem sabe fazer a diferença foi um dos fatores motivadores para Bruno Santos, filho de Bicudo. Ele é formado em Educação Física e ajuda na formação da garotada. Para ele, “o clima é bem familiar e isso deixa o trabalho bem mais prazeroso, pois a amizade é algo que prevalece sempre”.

Comunidade reconhece a importância

Se os jovens entendem a importância do projeto, os pais ainda mais. Maria Martins, mãe de Marcos Henrique, levou o filho para retomar os trabalhos com o time. Segundo ela, ele se machucou em 2013 e voltou em agosto. “O trabalho deles é muito bem feito e, como Marcos é muito tímido, as atividades o ajudam muito”.

Ela aproveita para pedir melhorias na área em volta ao campo sintético da 608, pois os familiares ficam ociosos, enquanto acompanha os filhos nos treinos. “A gente traz as crianças para cá e não tem nada para as mães fazerem. Por que não colocam uma academia aqui? Assim, poderíamos aproveitar melhor o tempo, enquanto nossos filhos fazem suas atividades”, sugere Maria.

Sérgio Costa conheceu o projeto há pouco tempo. “Estou conhecendo o projeto hoje e somente agora fiquei ciente de que não é mantido pelo governo e, sim, por esse grupo”, revela. Ele é pai de Natália, jogadora do Massa Real. “Tem anos que ela quer participar do grupo. Agora não teve jeito. É o que ela quer, então, eu a trouxe”.

“Sempre gostei de futebol e já havia falado muito daqui. Acredito que poderei melhorar bastante minhas habilidades e, quem sabe, tornar-me uma profissional do futebol”, diz Natália Costa.

Ajuda proporciona mais atenção aos jovens de Samambaia

O Massa Real é de extrema importância para os jovens de Samambaia e, mesmo assim, já passou por maus bocados devido à falta de apoio. Este ano, as dificuldades estão mais amenas, porque um grupo tem ajudado o projeto. Entre eles está o administrador de empresas JF, candidato a deputado federal pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC).

Outro que também engajou na causa é o empresário Albenir Nogueira. Há algum tempo, o candidato a distrital pelo Partido Popular Socialista (PPS) tem feito boas ações pelo projeto.

Fechando o grupo das parcerias de 2014, Sandra Quezado, que concorre a uma vaga ao Senado pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), também tem sido peça fundamental.

Independentemente de política, o grupo ajuda a manter o projeto com doações de materiais esportivos e com o pagamento de bolsa aos monitores. “Esse apoio está nos proporcionando atender mais crianças e, assim, conseguimos evitar que elas caiam em situação de risco”, conta o professor Bicudo.

Evento

Os coordenadores estão preparando uma grande festa para o Dia das Crianças (12 de outubro), com brincadeiras e animação durante todo o dia. O evento será realizado nas imediações da quadra 608 de Samambaia, a partir das 9h.

Como ajudar

O projeto necessita de material esportivo, lanche, água, material de apoio para os treinos e também de dinheiro em espécie, pois são muitas as demandas da Escolinha Massa Real. Contatos: Edjael Bezerra: 9989-2309; (jajaarqueiro@gmail.com); Paulo Quental: 8496-9424; Bruno Santos: 8628-0327; e Bicudo: 8622-7444.

Tags
Mostrar Mais

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Artigos relacionados

3 Comentários

  1. PARABENS AO EDSON(BICUDO)…SABEMOS DA IMPORTANCIA DELE PARA O PROJETO MASSA REAL…MAS ESTE JF(JAIRO FERREIRA)NÃO É MUITO CONFIAVEL NÃO…É UM “EMBUSTEIRO”,ESTE É O NOME CERTO PARA ELE…PROMETE MUITO E NÃO FAZ…DEIXOU A LIDEX´S DE “SAIA CURTA”NO PASSADO..PROMETEU E NÃO CUMPRIU…ASSIM COMO EM OUTRAS LIGAS(LUFAS)POR EXEMPLO…POR SER CANDIDATO VAI PAGAR CARO POR ISTO…ESPERO QUE NÃO SE ELEJA…SENÃO SERÁ MAIS UM “SALAFRARIO” NA POLITICA…E ELE JAIRO FERREIRA SABE DO QUE EU,ANTONIO(PROJETO CURUMIM)ESTOU FALANDO…

  2. tenho um projeto em santo antonio do descoberto,projeto arcanjo,e um projeto evangelico da igreja metodista wesleyana.trabalhamos com criancas aparti de 8 anos ate 14 anos.gostaria de marca jogos amistosos nestas idades.temos onibus para viagem.8547 7308 e 9626 0117 fala cm goiano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close