Administrador do Itapoã é exonerado do cargo

0
11
Amado Batista recebeu cachê de R$ 400 mil para apresentação no aniversário da cidade
Amado Batista recebeu cachê de R$ 400 mil para apresentação no aniversário da cidade

O governador Agnelo Queiroz decidiu exonerar do cargo o administrador do Itapoã, Donizete dos Santos, por considerar inadequado e inaceitável o gasto com cachê artístico na festa de aniversário da região administrativa.

Ainda não foi definido quem será o novo administrador da cidade.

A Administração Regional do Itapoã gastou R$ 1.050.000 com cachês de shows de artistas. Um deles, o cantor Amado Batista, embolsou R$ 400 mil. Além dele, João Lucas e Marcelo, Bruno e Marlow e Joaninha do Motocross. Quem intermediou a contratação foi a Mundo Tour Agência de Viagens, que fica no Hotel Nacional e sem licitação.

Para justificar a dispensa de licitação, a agência de turismo se declarou representante exclusiva desses artistas. No total, a empresa recebeu R$ 784 mil só para levar os músicos à festa no Itapoã.

O valor gasto na festa de aniversário da cidade é quase a metade do investimento para construção do centro de saúde na mesma região, que custou R$ 2,3 milhões. A despesa com as apresentações seria suficiente para construir pelo menos três quadras poliesportivas no Itapoã, que é carente de benefícios sociais. É a segunda mais pobre do Distrito Federal, só ganha da Estrutural.

 

Artigo anteriorConcurso oferece mais de 60 vagas
Próximo artigoO pódio é para os determinados
Viver Sports
A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui