Futebol

Tabela digna de aplausos

Os deputados Wasny de Roure, Raad Massouh e Paulo Tadeu; o presidente da Lieso, Adevagner Bezerra; o secretário de Esporte, Célio René; Júlio Ribeiro, secretário adjunto de esporte; e Moisés Marques, subsecretário de agricultura, durante anúncio do programa
GDF lança programa que custeará a arbitragem dos campeonatos de futebol amador do DF

O futebol amador do DF tem um bom motivo para considerar o domingo (8/7) um dia histórico. O Governo do Distrito Federal escolheu a cidade de Sobradinho II para lançar o programa Boleiros, que beneficiará dirigentes, atletas do futebol amador e árbitros. São 8.350 jogos licitados (99 campeonatos) em que as arbitragens serão pagas pelo governo. Trinta ligas espalhadas por 24 regiões administrativas serão beneficiadas.

O secretário de Esporte do DF, Célio René, aproveitou a oportunidade para enaltecer os esforços de todos. “É um grande passo e ficamos muito felizes, porque outras ações ainda virão. Começaremos a estudar demais necessidades, como capacitação para gestores do futebol amador, palestras, oficinas e vamos criar a clínica para árbitros”, diz o secretário.

Além de Célio René, estiveram no evento de lançamento do programa algumas figuras que estão sempre de mãos dadas com o futebol amador do DF, como o deputado distrital Wasny de Roure; Raad Massouh, secretário da Micro e Pequena Empresa do DF; o titular da Secretaria de Estado de GDF, Paulo Tadeu e demais lideranças da comunidade, como o presidente da Liga Esportiva de Sobradinho II, Adevagner Bezerra.

“Durante a campanha, Agnelo prometeu que ajudaria o futebol amador. Estamos colhendo os frutos e ficamos muitos felizes por ele ter cumprido sua promessa”, disse o presidente da Lieso, Adevagner Bezerra.

Agradecimentos

Paulo Tadeu estava emocionado com o lançamento do programa. “Esse é um programa que há muito tempo os boleiros reivindicavam. Tem um simbolismo muito grande. Nunca na história do DF um governo destinou um montante (R$ 2 milhões) para o amador do DF”, reiterou.

O deputado distrital Wasny de Roure também elogiou o programa. “É algo extraordinário ter a estrutura do estado voltada para o esporte amador”, disse Wasny.

Raad engrossou o coro dos agradecimentos:”Parabéns, Agnelo! O esporte te agradece. Estou muito feliz em ver o governador apoiando o esporte amador”.

De acordo com Adevagner, o valor gasto com arbitragem é muito alto. “Esse custo corresponde a cerca de 80% do custo para se realizar um campeonato. Estamos muito felizes com a notícia”, afirma o presidente.

 

[nggallery id=117]

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *