Brasil fecha Mundial de Natação Paralímpica com 46 pódios

0
12
06.08.23 - Delegação Completa - Mundial de Natação de Manchester, Inglaterra, no Manchester Acquatics Centre. Foto: Alessandra Cabral/CPB

Mariana Gesteira e Gabriel Bandeira são campeões no último dia

O Mundial de Natação Paralímpica de Manchester (Inglaterra) chegou ao final no último domingo (6). E a equipe brasileira conquistou mais 5 medalhas (2 ouros e 3 bronzes) no último dia de competições para fechar o evento com o total de 46 conquistas (16 ouros, 11 pratas e 19 bronzes) para garantir o quarto lugar na classificação final.

“A nossa participação foi extraordinária. Dos 29 atletas, 25 conquistaram medalhas, sendo 11 medalhistas de ouro. Isso mostra que nós estamos no caminho certo e que o trabalho vem dando resultado. A estratégia nos indica uma trajetória exitosa para as próximas competições. A expectativa é muito positiva para os Jogos Paralímpicos de Paris. Temos certeza de que, a seguir neste ritmo, nosso Planejamento Estratégico será cumprido, sobretudo suas metas. Nós seguiremos trabalhando, tanto na formação como no alto rendimento, para que os atletas sigam dando orgulho para aqueles que torcem pelo movimento paralímpico brasileiro”, declarou o presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Mizael Conrado.

As últimas duas últimas medalhas douradas do Brasil na competição foram alcançados por Mariana Gesteira, nos 50 metros estilo livre classe S9 (limitação físico-motora) com o tempo de 27s70, e pelo recordista mundial dos 100 metros borboleta da classe S14 (deficiência intelectual) Gabriel Bandeira, que completou a prova em 54s64.

Além disso, Carol Santiago ainda teve tempo de conquistar a sua oitava medalha na competição. Ela ficou com o bronze nos 200 metros medley SM13. Quem também terminou em terceiro, mas nos 100 metros S3 (limitação físico-motora), foi a gaúcha Susana Schnarndorf. A última medalha brasileira neste ano foi o bronze no revezamento 4×100 metros estilo livre 34 pontos. A conquista foi alcançada por Mariana Gesteira, Cecília Araújo, Talisson Glock e Phelipe Rodrigues.(Com informações da Agência Brasil)

Artigo anteriorLauro Chaman é bronze no Mundial de Ciclismo Paralímpico
Próximo artigoPrimeira pista profissional de skate park do DF é inaugurada na Octogonal
Viver Sports
A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site