Mais EsportesPrincipais

Breaking: a mais nova modalidade olímpica também participa da 10ª Olimpíadas de Ceilândia

Presente desde a década de 1970, dentro e fora de Ceilândia, a dança esportiva promete grandes emoções na competição alusiva ao aniversário da cidade

Está confirmada a participação do breaking – dança desportiva na 10ª Olimpíadas de Ceilândia. A modalidade, que é a mais nova a ser integrada aos Jogos Olímpicos, estreia na competição da Região Administrativa no próximo dia 30, no JK Shopping.

Coordenador do breaking nas Olimpíadas de Ceilândia, Chede Ziad Abou Chacra, 36 anos, presidente da Federação Brasiliense de Dança Desportiva (FBDD), conta que a modalidade, embora seja nova no cenário esportivo, permeia com evento cultural desde a década de 1980.

“Essa modalidade é nova no âmbito olímpico, mas, como Cultura, já está presente desde a década de 1980, dentro e fora de Ceilândia”, lembra o coordenador.

Chede, também conhecido como bboy Ched, conta que há muitos nomes que atuam até a atualidade em Ceilândia e que se destacaram em eventos da cidade e outros que até moram fora do Brasil, levados pela modalidade.

“Vale à pena destacar a história de superação do bboy Samuca, que hoje está fora do Brasil levado pelo seu talento. Toda sua trajetória dentro do breaking o levou, merecidamente, a ser um dos destaques. Ele é uma pessoa que realmente merece todos os holofotes”.

Mas bboy Ched também faz questão de exaltar a importância de nomes que fazem sucesso na cidade. “Temos os bboys Thayson, Mateuzão, Samuka, pessoas que representam o Distrito Federal com o grupo DF Zulu Breakers, de Ceilândia, em eventos grandes como o Brasil Super Battle, Bitid e Quando as Ruas Chamam”.

Os exemplos citados pelo presidente da FBDD mostram os benefícios que o breaking. “A dança desportiva provoca mudanças na vida dos jovens e adolescentes, pois traz hábitos saudáveis para a transformação dos mesmos, dentro e fora da cultura Hip Hop”, pontua. E completa: “O breaking transforma vidas e todos nós que vivemos essa transformação somos agentes multiplicadores que mudam a vida de todos ao nosso redor”.

Segundo bboy Ched, a nova vertente do breaking como esporte veio para somar e agregar valores e oportunidades. “Vamos ter bolsa-atleta, patrocínios e melhores condições para treinamentos, bolsas em faculdades, incentivos para participar de competições como os Jogos Universitários Brasileiros (Jubs) e outros”.

Ele conta que enquanto o breaking era encarado apenas como cultura, era difícil imaginar tantas possibilidades. E faz um chamado importante: “O breaking salva e muda vidas, tanto no esporte quanto culturalmente, por isso, venha fazer parte da nossa federação! Seja você bboy ou bgirl, atleta ou representante cultural, estamos sempre apoiando o Hip Hop como um grande alicerce na formação das nossas crianças, nossos jovens e adolescentes. Vamos juntos representar o Brasil!

PERFIL

Chede Ziad Abou Chacra atua no breaking desde 2003, fomentando projetos, promovendo eventos e campeonatos em escolas e também fora delas.

Ele é atuante na Cultura Hip Hop como breaker, produtor cultural e presidente da Federação  Brasiliense de Dança Desportiva (FBDD), entidade filiada à Confederação Nacional de Dança Desportiva (CNDD), reconhecida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

O bboy é arte-educador, pedagogo e líder fundador do grupo Start Family Crew de Brasília.

Já foi campeão dos maiores eventos de breaking do Brasil, como o Master Crews, em São Paulo; Quando as Ruas Chamam, no JK Shopping DF; Cidade vs Cidade, em São Paulo; Brasil Super Battle DF, entre outros.

Também tem uma vasta experiência como jurado, participando de grandes eventos no território brasileiro.

Com toda a experiência adquirida, Chede Ziad é um pilar da cultura Hip Hop dentro e fora de Brasília, se tornando referência para as novas gerações do Brasil.

APOIO/PATROCÍNIO

Nesta edição, a competição conta com os seguintes apoios/patrocínios:

– Senadora Leila Barros R$ 325.000;
– Acic/Sesc Mesa Brasil: 2.540 lanches;
– Administração Regional de Ceilândia
Espaços: SESC, UCB, CED 16 – QNQ, CEM 03 – Ceilândia Sul, Escola Parque de Ceilândia e JK Shopping.

Viver Sports

A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site