Criançada recebe kits e se prepara para a Corrida de Reis Mirim

0
12

Entrega ocorreu entre quinta (18) e esta sexta-feira (19). Cerca de 3 mil pequenos corredores estão inscritos para prova deste sábado (20), no Parque da Cidade

Ecobag no braço, viseira devidamente vestida e camiseta em mãos. O pequeno Levi Fujita, 8 anos, já está com tudo pronto para a Corrida de Reis Mirim, marcada para este sábado (20), às 8h, com largada no estacionamento do Parque Ana Lídia. O garoto aproveitou a sexta-feira (19) para retirar o kit da corrida, que conta com investimentos de R$ 2,6 milhões do governo e promete reunir três mil crianças com idade entre 4 e 13 anos. Os itens estão sendo entregues até às 19h, no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade.
No dia da corrida, os jovens farão percursos que vão de 50 a 300 metros, de acordo com a faixa etária. A largada será dada por baterias intercaladas entre as categorias Geral e Pessoas com Deficiência. Os vencedores serão premiados com bicicletas.
“Eu vou correr muito porque eu quero ganhar essa competição, eu quero muito a bike. Estou bastante ansioso para a minha primeira corrida”, disse Levi. A irmã de 8 anos também já está com a vaga garantida para participar da competição. Assim como Levi, Emanuelle está empolgada com a premiação. “Amanhã eu vou acordar, tomar café e vir correr. Se eu ganhar a bicicleta, vou andar com ela na rua e em todo lugar”, revelou.
De acordo com o secretário de Esporte e Lazer, Renato Junqueira, o GDF trabalha para que mais eventos esportivos sejam feitos para as crianças: “Esse público mirim inserido nesse contexto já é um trabalho desenvolvido pelos centros olímpicos e paralímpicos. A gente sabe do impacto do esporte na vida de uma criança, cria-se uma perspectiva de vida, de profissão e a afasta do submundo das drogas e das violências”, afirmou.
A prática de atividade física é incentivada pela mãe Samara Yoshiko, 36 anos. De acordo com ela, o mais importante é ensinar a competir de forma saudável. “Eles estão superanimados e já até treinaram hoje de manhã. Caso não ganhem, eles já são vencedores só de participarem da primeira competição de corrida deles”, defendeu a professora.
A pedagoga Silma Sousa, 50 anos, é mãe do pequeno Pedro, 8 anos, portador da síndrome de Down. Essa será a 20ª competição esportiva que ele vai participar. Para a mãe, o Governo do Distrito Federal (GDF) se tornou referência na inclusão em movimentos esportivos.
“O GDF está muito inclusivo. No Réveillon, por exemplo, nós curtimos bastante com a queima de fogos silenciosos. Ele já tem 19 medalhas de competições e, para a Corrida de Reis, a gente vê que está com muita acessibilidade na entrega de kits e, na corrida, tenho certeza que nossas crianças deficientes serão bem-acolhidas”, defendeu Silma.
A servidora pública Danuze Costa, 34 anos, também aproveitou a manhã de sexta (19) para retirar o kit do filho, Eduardo Lorenzo, de 8 anos. Para ela, é importante que o governo incentive a prática de atividades às crianças: “O meu filho é muito ativo e muito esperto. A criança precisa brincar e estar sempre em movimento, e ter esse incentivo é ótimo porque mostra para os pequenos a importância do esporte até mesmo para evitar o caminho da criminalidade”, pontuou.

Dia da corrida
A largada da Corrida de Reis Miriam ocorre neste sábado (20), às 8h, no Estacionamento 12 do Parque Ana Lídia. Os pais e responsáveis das crianças inscritas poderão utilizar os estacionamentos 11 e 13 do Parque da Cidade como apoio para os seus veículos. A organização disponibilizará um posto médico no local da corrida.

Artigo anteriorCorrida de Reis Mirim: como os pequenos podem se preparar para a prova
Próximo artigoCorrida de Reis Mirim reúne recorde de participantes no Parque da Cidade
Viver Sports
A voz do esporte amador no DF e Entorno, chega a versão 2.0 de seu novo Site